Conhecendo as Características do Reino Protista

Nos artigos anteriores, vimos como é importante saber reconhecer as diferenças entre os seres vivos e como eles são classificados. Depois dos reinos Plantae, Fungi e Monera, vamos agora entender como funciona o Reino Protista, quais são os seres que pertencem a ele e quais as diferenças em relação aos anteriores.

O Reino Protista engloba os seres eucariontes, como já vimos anteriormente, os procariontes encontram-se apenas no Monera, a maioria é unicelular, mas também encontram-se alguns pluricelulares, e eles podem ser autótrofos, produzindo seu próprio alimento, ou heterótrofos.

As algas e os protozoários são os organismos que caracterizam esse grupo, sendo as primeiras autótrofas, como as plantas, porém não pertencem ao reino Plantae pois não possuem tecidos organizados. Mas, ainda como as plantas, as algas são importantes por constituírem a base da cadeia alimentar (são produtoras), mas nesse caso da cadeia aquática.

Já os protozoários são heterótrofos e, assim como as algas, não possuem tecidos organizados, o que não permite que eles sejam incorporados ao reino Animalia, embora sejam seres extremamente complexos. Com uma só célula, eles são capazes de fazer respiração, digestão, reprodução, locomoção, excreção e circulação. Para se locomover, utilizam cílios, flagelos ou pseudópodes, já que vivem principalmente em ambiente aquático, e isso leva a uma outra classificação:

  • sarcodinos são aqueles que se movimentam através de pseudópodes, ou seja, expansões do citoplasma que parecem falsos pés (pseudo + podes);
  • mastigóforos, os que se movimentam através de flagelos;
  • ciliados, através de cílios;
  • esporozoários os que não apresentam estrutura de locomoção.

É importante lembrar que alguns protozoários vivem no interior de outros organismos e podem ser parasitas e causadores de doenças, como malária, doença de Chagas, leishmaniose, toxoplasmose, tricomoníase, giardíase e amebíase. Muitas delas são transmitidas pela ingestão de água ou alimentos contaminados, mas também podem ser transmitidas por insetos ou por relação sexual.

Além das algas e protozoários, esse reino contém também os mixomicetos, organismos semelhantes aos fungos e que são comuns em ambientes ricos em matéria orgânica, e quando são encontrados em ambiente aquático podem demonstrar um sinal de que há um excesso de matéria orgânica naquele local.

Vimos portanto, que os principais membros desse grupo são semelhantes a organismos de outros reinos. As algas são semelhantes às plantas, os protozoários, aos animais, e os mixomicetos, aos fungos. Logo, é essencial saber reconhecer as diferenças entre eles e entre cada reino para não se enganar em uma possível questão do Enem ou de qualquer vestibular, os quais sempre contêm exercícios de comparação e podem causar dúvidas se esta diferenciação não estiver clara.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *