Revisão de Biologia para o Enem – Características do Reino Fungi

No artigo sobre o Reino Plantae (veja aqui), vimos uma das classificações que divide os vegetais. Tão importante quanto, é entender como funcionam os outros reinos dos animais, ou seja, Monera, Protista, Animal e Fungi. Neste artigo, vamos entender as principais características deste último e qual a sua importância em um ecossistema.

Assim como as plantas e os animais, os fungos são eucariontes, ou seja, possuem um núcleo celular organizado. Contudo, diferentemente dos primeiros, eles podem ser unicelulares ou pluricelulares. Nenhum fungo é capaz de fabricar seu próprio alimento, portanto são chamados heterótrofos ou heterotróficos, o que leva muitas vezes a uma dependência de outros seres para sobreviver, o que pode ocorrer por meio do mutualismo, quando eles se associam a outro ser e ambos são beneficiados, cada um fornecendo um tipo de nutriente; parasitismo, quando só o fungo se beneficia dos nutrientes do outro ser; ou por decomposição, ou seja, obtenção de nutriente a partir de matéria orgânica.

A estrutura dos fungos pluricelulares é baseada em duas partes. O corpo de frutificação, localizado sobre o solo, é responsável pela reprodução, a qual pode ser assexuada, por meio de brotamento, fragmentação ou esporulação -conceitos que veremos nos próximos artigos- ou sexuada. A partir do corpo de frutificação formam-se as hifas, filamentos que se ramificam e formam um complexo semelhante a uma raiz sob o solo, o que chamamos de micélio.

Em um ecossistema, eles são extremamente importantes, juntamente com as bactérias, na decomposição da matéria orgânica. Além disso, são utilizados na fabricação de remédios, bebidas e alimentos, como vinho, cerveja, pão, queijo ou o próprio cogumelo, e ainda podem causar doenças como candidíase e onomicose.

É possível observar, portanto, que os fungos, benéficos ou não, estão mais presentes em nosso cotidiano do que imaginamos, seja como mofos e bolores, alimentos, bebidas, doenças ou remédios, o que leva a questões importantes no Enem e outros vestibulares. Nos próximos artigos, veremos como ocorre sua reprodução e a importância dos outros reinos dos seres vivos no meio em que vivemos.

Até lá!!

Compartilhar
25 Temas

Receba GRATUITAMENTE um ebook com os possíveis temas da redação do Enem 2018




Sim Não
* Um produto Descomplica




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Conhecendo as Características do Reino Protista • infoEnem | infoEnem

[…] as diferenças entre os seres vivos e como eles são classificados. Depois dos reinos Plantae, Fungi e Monera, vamos agora entender como funciona o Reino Protista, quais são os seres que pertencem a […]

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *