Biologia no Enem: Diferença Entre Habitat e Nicho Ecológico

Em nossa postagem de hoje vamos estudar sobre dois conceitos importantes para a área da ecologia. Vamos apresentar a diferença entre habitat e nicho ecológico. Para isso, vamos trazer as definições de cada um destes conceitos, realizando uma comparação através de exemplos para evidencia a diferença entre estes conceitos.

Conhecer a diferença entre estes dois conceitos é importante, pois muitas vezes acabam sendo confundidos. Além disso, ao estudar estes conceitos podemos entender melhor como funciona a relação dos seres vivos com o meio ambiente, onde vivem e quais atividades realizam. Quando vemos um ser vivo totalmente ambientado as condições de um meio é porque este ser possui seu habitat e nicho ecológico devidamente estabelecidos.

Vamos começar estudando sobre o habitat.

Habitat

O habitat é um conceito que estamos familiarizados, pois são utilizados diversas vezes e ainda são citados em muitas situações de nosso dia a dia. Por definição, o habitat é entendido como o local onde uma determinada espécie vive no planeta, ou seja, a localidade onde esta espécie pode encontrar e capturar o seu alimento, se reproduzir, ou ainda evoluir.

Nós, seres humanos, possuímos como habitat o planeta Terra, uma vez que ocupamos praticamente todas as áreas deste planeta, sendo capaz de se reproduzir e de encontrar o alimento do qual necessitamos. Quando consideramos os peixes, por exemplo, o seu habitat deixa de ser todo o planeta e passa a ser somente os rios, lagos e oceanos, uma vez que estes animais necessitam de água para a sua sobrevivência.

Sendo assim, podemos dizer de maneira genérica que o habitat de um ser vivo é o seu endereço, ou seja, é o local onde determinado ser vivo habita. Vamos observar agora o que acontece com o nicho ecológico.

Nicho ecológico

Já o nicho ecológico não é um conceito tão difundido quanto o habitat, mas ainda assim podemos encontrá-lo de diversas maneiras diferentes. Quando falamos em nicho ecológico, estamos falando de todas as atividades desempenhadas pelo ser vivo em seu habitat, ou seja, estamos considerando as suas relações intraespecíficas e interespecíficas, sendo elas positivas ou negativas, consideramos também o ciclo reprodutivo, analisando a mortalidade e natalidade destes seres, qual o seu papel dentro de uma cadeia alimentar e assim por diante.

Podemos ainda considerar o nicho ecológico de duas maneiras diferentes, que são:

  • Nicho ecológico fundamental: é o conjunto de condições e recursos necessários para a sobrevivência da espécie, em um cenário onde não existam inimigos naturais ou ainda competição interespecífica e;
  • Nicho ecológico efetivo: é também o conjunto de condições e recursos necessários para a sobrevivência da espécie. No entanto, é levada em consideração a presença de competidores de outras espécies, assim como predadores.

Sendo assim, o nicho ecológico pode ser entendido como a “profissão” de um determinado ser vivo, já que retrata todas as atividades realizadas pelo ser. Considere o urso polar por exemplo. Estes são animais carnívoros, que se alimentam de peixes, aves e golfinhos. Além disso, por habitar em regiões extremamente frias, apresenta uma espessa camada de gordura sob a pele, além de uma pelagem espessa. Este é o nicho ecológico do urso polar.

Portanto, estudamos a diferença entre estes dois importantes conceitos relacionados a ecologia. Enquanto o habitat registra o “endereço” de um ser vivo, o nicho ecológico retrata a “profissão” do ser vivo, assim como as condições necessárias para o desempenho de sua “profissão”.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *