Conheça as Relações Ecológicas Intraespecíficas

Hoje, em nosso artigo, vamos abordar as relações ecológicas, importante área de estudo da biologia. Vamos explicar sobre o que são as relações ecológicas e qual a sua importância para o ecossistema. Também serão apresentadas as relações ecológicas intraespecíficas, e você verá que as relações ecológicas podem ser tanto positivas quanto negativas, e isso irá variar de acordo com cada situação.

Antes de listarmos quais são os tipos de relações intraespecíficas, vamos primeiro falar das relações ecológicas em geral. As relações ecológicas, ou também denominadas interações biológicas, são as interações mantidas entre organismos de uma mesma comunidade. Essas relações podem ser classificadas em relações ecológicas intraespecíficas ou relações ecológicas interespecíficas. Em nossa postagem de hoje, vamos falar somente das intraespecíficas, deixando as interações interespecíficas para a próxima postagem.

Então, vamos discorrer sobre as relações intraespecíficas. Essas relações, como sugerido pelo nome, são as relações realizadas por indivíduos de uma mesma espécie. As relações intraespecíficas, que também recebem o nome de interações homotípicas, podem ser agrupadas em dois diferentes grupos, que são:

  • Relações positivas ou harmônicas: Essas relações são definidas como aquelas em que nenhum dos envolvidos saem prejudicados, ou seja, são relações benéficas para ambos os envolvidos e;
  • Relações negativas ou desarmônicas: São as relações que resultam em prejuízo para pelo menos uma das partes envolvidas.

Vamos então falar sobre cada um destes dois tipos de relações intraespecíficas.

Relações positivas ou harmônicas

Como mencionamos no tópico acima, nas relações positivas nenhum dos envolvidos são prejudicados. Entre os tipos de relações positivas, temos as colônias e as sociedades.

As colônias são definidas como grupo de indivíduos de uma mesma espécie que se unem de maneira anatômica, ou seja, são ligadas através de seu corpo, o que resulta em vantagens para todo o grupo. Em algumas situações, em colônias, podem existir divisões do trabalho a ser realizado, como por exemplo um grupo de indivíduos responsável pela alimentação enquanto outro é responsável pela proteção. Um exemplo típico de colônias são alguns grupos de corais, como o registrado na figura a seguir:

O outro grupo que compõe as relações positivas são as sociedades. Em uma sociedade, os indivíduos não estão conectados de maneira anatômica (o que acontece com as colônias), mas realizam os processos de comunicação, divisão do trabalho e cooperação de maneira muito organizada e eficaz. Podemos citar como exemplos de sociedades nós seres humanos, mas existem grupos de animais que possuem uma grande organização como sociedade, por exemplo as abelhas, formigas, vespas e cupins. Esses animais são exemplos de organização como sociedade!

As abelhas demonstram muita organização em toda a sociedade!

Relações negativas ou desarmônicas

No entanto, as relações nem sempre serão benéficas. Há situações em que alguma parte envolvida sairá prejudica, e estas são as relações intraespecíficas desarmônicas. Os dois tipos desta relação são: a competição intraespecífica e o canibalismo.

Na competição intraespecífica, indivíduos de uma mesma espécie competem por algum recurso, que muitas vezes é limitado no ambiente em que vivem. Temos como exemplo a disputa por território entre as mais diversas espécies, assim como outros recursos, como comida e água.

Já o canibalismo, um indivíduo mata o outro da mesma espécie, e se alimenta do indivíduo que matou. O exemplo principal desta situação são as aranhas da espécie viúva negra, que matam e se alimentam do macho após a sua fecundação.

Desta forma, apresentamos as relações intraespecíficas entre os seres vivos. Como vimos, estas relações podem ser benéficas ou prejudiciais para os envolvidos. Na sequência, vamos apresentar sobre as relações interespecíficas, também muito importantes para os seres vivos. Aguarde!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




2 Comentários

Compreenda as Relações Ecológicas Interespecíficas Negativas • infoEnem | infoEnem

[…] vimos em nossas postagens anteriores sobre as relações intraespecíficas e as relações interespecíficas positivas. Nestas postagens, mostramos quais são as relações, […]

Responder

Estudando as Relações Ecológicas Interespecíficas Positivas • infoEnem | infoEnem

[…] tipos de relações (ou interações) ecológicas intraespecíficas (relembre essa postagem aqui!). Desta forma, você pode observar que as relações podem ser benéficas ou não para os […]

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *