Redação no Enem: Análise dos Resultados da Edição 2016

Hoje, a coluna sobre a redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) volta das férias! Desejamos a todos os colaboradores e leitores do infoEnem um ano de 2017 repleto de realizações, sucesso, saúde e felicidades, que todos nós possamos aprender uns com os outros e que possamos ajudar a vocês, leitores, a conquistar a tão sonhada vaga na universidade usando as notas do Enem.

Para começar o ano, nada melhor do que abordar os resultados da edição 2016 do Enem que, aliás, teve algumas particularidades, como por exemplo, duas aplicações separadas devido à ocupação de escolas públicas em vários estados brasileiros contra a PEC dos gastos proposta pelo Governo Federal. Nesse sentido, é importante salientar que os resultados foram divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), no dia 18 de janeiro de 2017, de maneira unificada e não separada.

Em relação a prova de redação das duas aplicações do Enem 2016, o número de candidatos que obtiveram a pontuação máxima – mil pontos – caiu e atingiu um número nunca antes visto: apenas 77 estudantes tiraram a nota mil na redação do Enem 2016. A média da pontuação da prova de produção de texto ficou entre 501 e 600 pontos, isto é, no nível razoável. Além desses dados, o MEC informou que 291.806 textos foram anulados ou obtiveram nota zero e destes, 46.974 participantes fugiram do tema, 8.325 copiaram trechos dos textos motivadores e 4.798 feriram os Direitos Humanos.

Não é a primeira vez que o baixo número de candidatos com notas máximas impressiona; nós, inclusive, questionamos algumas vezes o processo de correção nesse sentido, já que o ideal seria ter uma curva de notas bem distribuída por todas as faixas de notas. Não assusta a maioria dos candidatos ficar nas notas razoáveis, mas ter tão poucas notas máximas é estranho.

Dentre as redações anuladas ou zeradas, a grande maioria se deu pela fuga do tema, seja por falta de conhecimento, seja por se perder ao longo da escrita. Como já dissemos outras vezes, uma proposta de redação nada mais é do que uma tarefa que deve ser cumprida e o primeiro passo para o cumprimento desta tarefa é compreender o tema e não fugir dele.

Já a segunda razão de anulação mais cometida, a cópia de trechos dos textos motivadores, trata-se de um sinal de que os candidatos do Enem não sabem muito bem como parafrasear ou não conhecem os temas abordados a ponto de não precisarem se apoiarem na coletânea para escreverem suas dissertações-argumentativas, o que é um problema. No tema “O combate à intolerância religiosa no Brasil”, faltou muita informação e conhecimento dentre grande parte dos candidatos, ou seja, faltou leitura.

No mesmo dia da divulgação deste balanço em relação aos resultados do Enem 2016, o MEC abriu consulta pública sobre possíveis mudanças no Exame, como por exemplo, a aplicação da prova um apenas um dia, a possibilidade de fazer por meio de computadores, a diminuição do número de questões etc.

Nesse contexto, no ano passado, o atual Ministro da Educação, Mendonça Filho, cogitou publicamente a possibilidade de retirar do Enem a prova de redação, mas na consulta pública isso não está sendo questionado, então concluímos que o MEC mudou de ideia, felizmente.

A consulta pública pode ser acessada pela página do Inep; a participação de toda a população é de suma importância e a consulta está aberta até 10 de fevereiro deste ano.

Até a próxima semana!

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português e mestra em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em importantes universidades públicas e do Curso Online do infoEnem. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

 
**Camila é colunista semanal sobre redação do nosso portal. Seus textos são publicados todas as quintas!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *