Divisão Regional do Brasil: Região Centro–Oeste

Hoje, o InfoEnem continuará a falar sobre as principais regiões em que o Brasil é dividido. Para refrescar a memória vamos lembrar que o país é dividido em cinco partes, e os estados são agrupados de acordo com as características naturais, geográficas, vegetais e socioeconômicas. As regiões são: Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Agora, iremos conhecer um pouco da região Centro –Oeste, que é formada pelos estados do Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Nela encontra-se também o Distrito Federal, palco das grandes decisões políticas nacionais.

Apesar de ser composta por apenas três estados, é a segunda maior região do país, abrangendo cerca de 18% do território brasileiro, perdendo apenas para a região Norte. Foi sendo povoado com o gado trazido das regiões Sudeste e Sul para as fazendas locais, que proporcionavam um ambiente bom para a criação dos animais. Atualmente, as correntes migratórias vindas do Nordeste encontram nesta região um local para reconstruírem suas vidas, fator impulsionado após a construção de Brasilia em 1960. Apesar disso, é uma região pouco povoada, com população de maioria urbana e somente 11,2% em área rural.

O clima que predomina na região Centro-oeste é o Tropical Semiúmido, acompanhado da vegetação de cerrado, que é formada por árvores tortuosas e gramíneas, própria para a alimentação de gado. No norte do Mato Grosso existe uma área de preservação da Floresta Amazônica. O principal relevo da região é composto por terrenos antigos e planos devido à erosão, consistindo nos chapadões da região. Além disso, possui a maior planície úmida do mundo, o chamado Pantanal Matro-grossense. Por ser uma região centralizada, faz fronteira com todas as outras regiões do Brasil e também com os países do Paraguai e da Bolívia.

Os chapadões fazem parte das belezas naturais que alavancam o turismo local, alguns dos locais mais famosos são a Chapada dos Guimarães, Chapada dos Veadeiros, Bonito, Pantanal, Distrito Federal e a famosa Cidade de Goiás, que compensam o fato de ser a única região brasileira não banhada pelo mar. A economia da região também é composta por mineração, pecuária e exportação, devido ao alto número de rodovias interligando o país e à navegabilidade dos rios e hidrovias. Vale lembrar que a planície do Pantanal é irrigada pelo rio Paraguai, que constitui a maior bacia hidrográfica do Centro-Oeste.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *