Possibilidades para a Redação do Enem 2010

O tema de redação do Enem 2010 trouxe, de certa forma, um desafio para os candidatos daquele ano, por conta da abrangência e das numerosas possibilidades ao tratar do tópico.

Ao analisarmos a frase temática “O Trabalho na Construção da Dignidade Humana“, abre-se um grande leque de opções para tratarmos do assunto em uma produção dissertativo-argumentativa. Os dois textos motivadores trazem referências a duas questões relacionadas ao trabalho: a escravidão, que, mesmo abolida no século XIX, mantém-se em alguns contextos, infelizmente. Há também a menção à configuração do trabalho no futuro. Em resumo, dois contrastes que se relacionam à temática principal, que busca fazer com que o aluno retome o valor do trabalho no desenvolvimento do da dignidade humana.

No desenvolvimento da redação iniciam-se os desafios do tema de 2010: há muitas vertentes possíveis a serem tratadas e cada uma delas deve ser bem detalhada nas 30 linhas, que muito provavelmente não permitirão construir argumentos acerca de todas as possibilidades inseridas no assunto geral. A escravidão histórica e atual pode ser um dos pontos, assim como previsões para o trabalho no futuro, ambas já mencionadas nos textos motivadores e apostas seguras. Há, no entanto, as oportunidades no mercado de trabalho quando se pensa em gêneros, deficiências físicas e intelectuais, etnias e nível de influência social, além da configuração e regimes de trabalho atuais, tópicos que não foram mencionados nos textos motivadores mas podem ser retomados ao longo da escrita da redação.

A partir da escolha da vertente argumentativa, como de praxe, devemos iniciar a busca dos conteúdos externos para complementar e embasar a escrita. Aqui, um caminho relativamente simples pode ser a contextualização histórica, traçando um caminho que pode mencionar a escravidão, bem como sua abolição e consequente vinda dos imigrantes para suprir a demanda deixada pelos escravos, estabelecendo um paralelo destas situações históricas com a configuração atual de trabalho. Os índices relacionados ao mercado (desemprego, características dos que detêm os cargos mais altos, diferenças salariais injustas etc.) que vemos periodicamente na mídia escrita e falada também podem ser aliados interessantes na construção e confirmação de argumentos.

Para tratar da proposta de intervenção, é necessário primeiro descobrir o problema envolvido. Portanto, ao longo do desenvolvimento, o aluno já deve ter apontado quais as questões negativas envolvidas no aspecto sobre o qual escolheu discorrer na produção. Por exemplo, ao concentrar-se na escravidão e em como ela ainda encontra-se presente no país, as sugestões de solução devem ser baseadas nesta questão e, como sempre, serem bem desenvolvidas e detalhadas. A proposta deve focar, independente do aspecto tratado ao longo do desenvolvimento e problemas relacionados a serem solucionados, em construir e manter a dignidade humana através do trabalho, conforme exigido na frase temática. Novas leis, reformulação de regulamentações não muito favoráveis ao trabalhador e fiscalização mais intensa para regras já existentes podem ser boas opções, além da menção à conscientização dos direitos do trabalhador através da educação.

O que acharam do tema de 2010? É realmente abrangente ou creem que é possível concentrar-se em um aspecto mais afunilado? Qual escolheriam? Contem tudo pra gente nos comentários e até a semana que vem!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *