Estudando as Camadas da Atmosfera Terrestre

Estudamos anteriormente as camadas que formam o globo terrestre (você pode conferir aqui!), explicando sobre a crosta terrestre, o manto e o núcleo. Na postagem de hoje vamos explicar sobre as camadas que compõem a atmosfera, que é a camada de ar que está localizada sobre a crosta terrestre.

As divisões da atmosfera podem ser baseadas na temperatura e pressão das massas de ar. Normalmente, utilizam-se cinco diferentes categorias: troposfera, estratosfera, mesosfera, termosfera e exosfera. A troposfera é a região imediatamente superior a crosta terrestre e a exosfera a região mais afastada. Veja a seguir uma representação esquemática das camadas que compõem a nossa atmosfera:

Outro fator importante que destacamos é a redução conforme o ganho de elevação. Sendo assim, quanto mais alta uma localidade, a sua temperatura tende a ser menor. Agora, vamos explicar cada uma das camadas de ar.

Troposfera

A troposfera é a camada de ar que está em contato com a crosta terrestre, ou seja, a camada de ar que estamos neste exato momento. A troposfera possui aproximadamente 17 quilômetros de espessura e concentra a maior parcela da massa atmosférica. Isso acontece porque a maior parcela do vapor de água presente na atmosfera está localizada nessa parcela, o que promove um aumento da sua massa.

Na troposfera, ainda, circulam os aviões de carga e de passageiros. Essa região se estende até a tropopausa, região que faz a divisa com a estratosfera.

Estratosfera

A estratosfera é a segunda camada da atmosfera terrestre, localizada entre a troposfera e a mesosfera. Ao contrário do que falamos anteriormente, na estratosfera a temperatura aumenta com o ganho de elevação. Esta faixa está localizada aproximadamente entre 17 e 50 km da superfície da Terra e é na estratosfera que está localizada a camada de ozônio.

A camada de ozônio é muito importante para o planeta, pois funciona como um filtro, impedindo que a radiação solar atinja diretamente as pessoas. A camada de ozônio é fundamental para a nossa sobrevivência, mas trataremos com detalhe em uma postagem futura.

Ainda destacamos que os aviões a jato circulam nesta faixa, uma vez que apresenta uma maior estabilidade.

Mesosfera

A mesosfera é a camada localizada entre a estratosfera e a termosfera. É considerada a camada atmosférica mais fria, com temperaturas que podem atingir os -90°C. Nessa camada, a resistência do ar cria atrito com meteoritos, de maneira a gerar a sua combustão, o que impede que atinjam a superfície da Terra. A mesosfera situa-se numa altitude entre 50 e 80 km, aproximadamente.

Termosfera

A termosfera é a camada entre a mesosfera e a exosfera, com altitudes entre 80 e 600 km! Também denominada ionosfera, a termosfera possui temperaturas elevadas, que podem atingir os 1500°C. O ar nesta região torna-se extremamente rarefeito, predominando o gás hidrogênio.

É nesta camada que ocorre a circulação de ônibus espaciais, além de ser a faixa onde ocorre a aurora boreal, fenômeno ótico muito interessante, caracterizado por luzes brilhantes no céu!

Exosfera

A exosfera é a última camada da atmosfera, responsável pela transição entre a termosfera e o espaço sideral. Não apresenta limite superior, mas se inicia a partir dos 600 km de altitude.

Na exosfera as partículas começam a perder o efeito da gravidade terrestre, fazendo com que as partículas se desprendam da Terra. Nessa região normalmente circulam naves espaciais, sujeitas a temperaturas na casa dos 1000°C.

Desta forma, apresentamos as camadas que compõem a nossa atmosfera. Com isso, agora você já estudou sobre as camadas que vão desde o início da nossa atmosfera até o centro da terra! Aproveite!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *