Entenda a Evolução dos Diferentes Sistemas Econômicos

Assim como os termos que varrem todo o percurso histórico a ser estudado, os diferentes modos de produção de regiões ou períodos distintos podem causar dúvidas, portanto vamos estudar um pouco sobre a evolução desses sistemas econômicos, gerando uma visão ampla que será indispensável no decorrer dos estudos.

Sistema Primitivo

Antes do aparecimento das sociedades organizadas, o Estado ainda não existia e a relação entre as pessoas de um determinado grupo eram baseados no coletivismo, ou seja, tudo o que caçavam, construíam ou encontravam pertencia a todos, de modo que o trabalho, as terras e conquistas eram coletivos.

Sistema Asiático

Esse modelo representa as primeiras civilizações que formaram sociedades, quando o Estado era totalmente absolutista, gerido por um rei, imperador ou faraó, e tudo se baseava nas crenças religiosas, a maioria politeísta. Portanto a sociedade era estamental, as terras pertenciam somente ao Estado e a economia era basicamente agrícola e, posteriormente, também comercial.

Sistema Escravista

Já esse sistema é característico das civilizações grega e romana. No período, já havia a formação de cidades e, consequentemente, a divisão de terras, ou seja, o surgimento da propriedade privada. A sociedade continuava estamental, e, deste modo, os mais nobres tinham muitas terras e os menos favorecidos muitas vezes não as possuíam. Portanto a desigualdade social foi crescendo. Também havia uma maior necessidade de escravos para trabalhar nas terras que foram fragmentadas, conquistadas por meio de guerras, fazendo com que eles representassem grande parte da população.

Sistema Feudal

A sociedade desse sistema era baseada na relação entre senhores e servos. Os senhores eram os proprietários de terras e os servos trabalhavam em troca de proteção, moradia e alimento. A economia era agrícola e autossuficiente em cada feudo. Porém, com o aumento da abertura dos feudos em relação à cidade, com o comércio e a exploração cada vez maior dos servos, esse sistema entrou em crise.

Sistema Capitalista

Este baseia-se no trabalho assalariado e no lucro. Surgiu na baixa Idade Média, mas teve um grande fortalecimento com a Revolução Industrial, e continua até os dias de hoje. Pode ser dividido em pré-capitalismo, que ocorreu logo no fim do feudalismo, capitalismo comercial, quando os grandes lucros eram gerados pelo comércio, industrial, pela indústria após a Revolução Francesa e financeiro, pelos bancos e instituições financeiras.

Sistema Socialista

Com o crescimento desordenado da industrialização e, consequentemente, do capitalismo, surgiram questões relacionadas às péssimas condições de trabalho dos assalariados, estruturadas no início por Karl Marx. Ele propunha uma sociedade igualitária, com meios de produção públicos ou coletivos, diminuindo a desigualdade e concedendo a todos seus direitos. Este foi implantado na Rússia, na Revolução de 1917.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *