Enem 2017: 303 Pessoas Farão as Provas com Uso do Nome Social

Segundo informações oficias reveladas recentemente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela organização e aplicação do Enem 2017, 303 pessoas farão as provas com uso do nome social.

Este tipo de atendimento, que foi oferecido pela primeira vez em 2014, é destinado a candidatos transexuais e travestis que desejam ser tratados pelo nome referente a identidade de gênero com a qual se identificam durante a realização do exame nacional. Além do tratamento pelo nome social, estes participantes terão direito também a escolher qual banheiro irão utilizar.

Ainda conforme os dados do Inep, os estados com maior quantidade de candidatos inscritos no Enem que irão usar o recurso do nome social são São Paulo (com 72 participantes), seguido de Minas Gerais (41) e depois Rio de Janeiro e Bahia (empatados com 31 pessoas cada).

Vale reforçar ainda que, assim como o número total de inscritos na edição deste ano do exame, a quantidade de candidatos com pedido do uso do nome social aprovado também reduziu em relação ao ano passado, quando 407 fizeram a prova com este tipo de atendimento.

A solicitação para este benefício ficou disponível após o período de inscrições do Enem 2017, mais especificamente no prazo entre 29 de maio a 4 de junho. Os interessados deveriam acessar o formulário com o requerimento na página do participante e anexar uma série de documentos pessoais digitalizados.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *