Diferença Entre Agente Redutor e Agente Oxidante

Na postagem de hoje, vamos falar sobre as reações químicas, especificamente sobre os agentes em uma redução de oxirredução (ou também conhecidas como reações redox). O objetivo deste artigo é explicitar a diferença entre os agentes redutores e os agentes oxidantes.

Para isso, faremos uma breve explicação sobre as reações de oxirredução, demonstrando de maneira geral o seu funcionamento e, após isso, explicaremos o que são os agentes redutores e oxidantes e qual o seu papel dentro destas reações, além de avaliar qual a diferença entre os dois tipos de agente.

Sendo assim, vamos começar pela reação de oxirredução. Uma reação de oxirredução é caracterizada pela troca simultânea de elétrons ao longo da reação, ou seja, a medida que um dos agentes está perdendo os elétrons, o outro agente estará ganhando os elétrons. Como exemplo, vamos utilizar a equação da reação entre o zinco e cobre a seguir:

Zn(s) + Cu2+(aq) → Cu(s) + Zn2+(aq)

Vamos observar o que aconteceu com cada elemento separadamente:

  • O zinco (Zn) que inicialmente estava no estado sólido, perdeu dois elétrons para o cobre, o que o transformou em Zn2+(aq). Sendo assim, percebe-se também que o seu número de oxidação (Nox) aumentou de 0 para +2. Para o zinco, de uma maneira isolada, ocorreu a seguinte reação:

Zn(s) → Zn2+(aq) + 2e

Consequentemente, você já deve ter percebido que esses dois elétrons perdidos pelo zinco devem ser absorvidos por algum outro elemento da reação, que no caso será o cobre. Neste caso, dizemos que o magnésio é o agente redutor (ou também denominado substância redutora) da reação química. Isso se deve ao fato de que o zinco fará com que o cobre ganhe elétrons. Veja a seguir uma explicação para a situação do cobre.

  • O cobre, que inicialmente se encontrava em solução, na forma de íon cobre (Cu2+(aq)), recebeu dois elétrons provenientes do zinco, o que o transformou em cobre metálico (Cu(s)). Em virtude disso, é percebido que o número de oxidação (Nox) do cobre é reduzido de +2 para 0. Observe a equação isolada para o cobre:

 Cu2+(aq) + 2e→ Cu(s)

Nesta situação afirmamos que o cobre é uma substância oxidante (ou o agente oxidante), pois faz com que o zinco perca elétrons, aumentando assim o seu número de oxidação. Veja na figura a seguir uma representação de uma reação do zinco com o cobre:

Em uma situação inicial, o cobre, que na imagem está dissolvido junto a um sulfato (que não participa efetivamente da reação!) se precipita ao entrar em contato com a chapa de zinco. Assim percebe-se que o cobre foi reduzido a medida que o zinco foi oxidado, o que resultou no acúmulo de cobre ao longo da chapa!

Para finalizar, vamos fazer um resumo do que vimos sobre as substâncias. Em uma reação de oxirredução, a substância que sofre a oxidação perde elétrons, e consequentemente o seu Nox aumenta. Essa substância é denominada agente redutor. Já a substância que sofre a redução recebe elétrons, o que diminui o seu Nox, e é denominada agente oxidante!

Com isso, estudamos a diferença sobre estes dois tipos de agentes em uma reação de oxirredução. Entender essa diferença é muito importante, uma vez que costuma ser um assunto muito confuso e também muito cobrado. Portanto, aproveite!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Química no Enem: Entenda o Número de Oxidação (NOX) • infoEnem | infoEnem

[…] um pouco sobre o número de oxidação na postagem sobre agentes redutores e oxidantes (veja aqui!). Neste tipo de reação, é necessário que um reagente ceda elétrons enquanto outro receba […]

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *