Desrespeito aos Direitos Humanos Não Anulará Redação do Enem 2018

O desrespeito aos Direitos Humanos não anulará a redação do Enem 2018 – Exame Nacional do Ensino Médio. Utilizada até a edição de 2016, a regra deixou de ser válida dias antes da prova do ano passado após o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) acatar solicitação da Associação Escola Sem Partido e suspendê-la (saiba mais).

Conforme matéria publicada no Portal G1 de notícias, o Ministério da Educação (MEC), em conjunto o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), já se pronunciou informando que seguirá respeitando a decisão final Supremo Tribunal Federal – STF – que negou o pedido de Suspensão de Tutela Antecipada após tentativa de recorrer dos órgãos do governo.

Na oportunidade chegou-se inclusive a criar certa polêmica sobre o assunto, pois o Inep recorreu da decisão em 3 de novembro de 2017, apenas dois dias antes do primeiro dia de aplicação do Enem, quando os candidatos iriam fazer a redação. A negativa do STF, por sua vez, foi dada no dia 5, horas antes do início da avaliação, conforme mostramos nesta matéria.

Então Posso Desrespeitar os Direitos Humanos?

Pela mudança da regra e sua análise crua, pode, pois você não terá sua dissertação anulada. No entanto, conforme esclarecem professores e especialistas na redação do Enem, o desrespeito aos Direitos Humanos segue sendo um dos critérios de avaliação, de forma que o participante que o fizer perderá pontos preciosos em seu texto.

Como as cinco competências avaliadas continuam as mesmas (veja aqui), assim como todas as outras regras e critérios de correção e atribuição de notas, o candidato que não respeitar os Direitos Humanos irá zerar a referida competência (descrita abaixo), que vale até 200 pontos. Uma vez que a dissertação tem nota numa escala de 0 a 1.000, este estudante não poderá fazer mais que 800 pontos.

Competência V: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Portanto, na prática, a manutenção da regra que suspende a anulação de uma dissertação por desrespeito aos Direitos Humanos não muda nada nos estudos dos milhões de inscritos no Enem 2018, pois devem se preparar considerando este critério de forma a respeitá-lo para obter pontuação máximo nesta quinta competência.

Nesse sentido, recomendamos que pratique o máximo que puder, de preferência com acompanhamento personalizado de um professor especialista, como oferecemos em nosso Curso Online de Redação (clique aqui para começar agora). Outra dica é acompanhar semanalmente a coluna de Redação do infoEnem, todas as quintas-feiras, com dicas e orientações da professora Camila Pozza sobre a prova textual do exame.

Fique ligado e bons estudos!

Fonte: G1

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *