Prefeito pede exclusão do Enem na Univasf

Segundo nota publicada no site da Gazzeta na semana passada, a prefeitura de Petrolina (PE) encaminhou correspondência ao ministro da Educação Aloizio Mercadante, em que pede o fim da utilização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como critério para seleção de estudantes na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Além de Petrolina, a instituição também possui mais quatro campi, de Juazeiro, Campus Ciências Agrárias, São Raimundo Nonato e Senhor do Bonfim.

O principal argumento do documento é de que o Enem estaria prejudicando o acesso dos jovens nativos do semiárido na Univasf, que estão perdendo as vagas para estudantes do Centro-Sul.

Com um discurso bem regionalista, a correspondência afirma que o Enem não representa um processo seletivo adequado para a região do Vale do São Francisco, que busca oferecer condições iguais de concorrência aos estudantes.

O texto do documento encerra com a seguinte conclusão: “A nossa Univasf ocupa o espaço mais frágil do Brasil, sertão de Pernambuco, sertão da Bahia e confins do Piauí. Os nossos jovens talentosos não podem perder a oportunidade de sucesso. O ENEM não cabe entre nós.”

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




11 Comentários

gilberto pereira de souza

parem de apontar os outros, assim se perde tempo ao invés de estudar querem moleza. A universidade é para todos. Prefeito cuide das escolas para que os alunos aprendam e possam passar no vestibular, esse é o dever de quem quer o melhor para as pessoas> Lembre-se do mal exemplo dos 18 reais de reajuste ao servidor municipal de educação de petrolina um miseria de resjuste. Isso sim o que queremos para nossos alunos.

Responder

gilberto pereira de souza

Petrolina pede socorro reajuste aos educadores de petrolina da escola municipal. Isso sim, esqueça o enem prefeito.

Responder

com certeza ele esta certo,o enem todoano so esta atrapalhando.

O Prefeipto esta muito certo, o enem so esta atrapalhando os estudantes do vale do Sf

Responder

com certeza ele esta certo,o enem todoano so esta atrapalhando.

eu acho q os estudantes tem q fazer o vestibular.

Responder

anamélia

com certeza ele esta mais que certo ,pois o enem nao apresentou resultados bons apenas atrapalhou o que era para ser dado oportunidade aos jovens do vale do sf, esta sendo ocupada por estudantes de outras regioes.Parabéns alguem teria que tomar uma iniciativa.

Responder

Francisco Francelino

Com certeza os argumentos do senhor Prefeito tem suas razões pautadas no objetivo inicial da criação da UNIVASF;Porém o dinamismo do tempo não espera por ninguém; é preciso olhar de frente, encarar a realidade para adentrar no futuro.Sou Nordestino; mais precisamente do interior do Ceará e detesto o conformismo de acharmos que somos coitadinhos e colocar a culpa do fracasso nos outros.Quem conhece bem a metodologia do ENEM sabe que facilitou e muito o ingresso de alunos das escolas públicas à Universidade. É preciso sim sensibilizar os gestores Estaduais a criar politicas públicas que melhorem o acesso dos alunos ao ensino superior, principalmente nos municípios que sediam campus universitários.

Responder

fatima

O prefeito esta certo , pois esta sendo beneficiado estudantes de outros estados onde nós sabemos que o brasil nao investe muito nas escolas publica principalmente o estado de pernambuco. E UNIVASF seria um encentivo para os petrolineses buscar mais conhecimento para alcançar seus objetivos e no entanto estamos frustados e idignados pois as vagas estao sendo para estudante de fora que nem termina a faculdade e pede transferencia para o seu estado. A EDUCAÇAO BRASILEIRA E ESSA E ACABOU.

Responder

JACILEIDE PEREIRA DOS SANTOS

COM CERTEZA NÃO SABE O QUE ESTA PRONUNCIANDO; TLVÉZ SEJA UMA MANEIRA DE ATAR OS OLHOS PARA HÁ EDUCAÇÃO NO BRASIL. TIPO LAVAR AS MÃOS , DA DESCULPA E FACIL DE PREJUIZOS. . PESSIMO JESTOR

Responder

Lilian Farias

Ele não sabe o que diz!
é um péssimo gestor e desconhece o que de fato é bom para educação do País!

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *