Ontem FOI 1º de abril- particularidades do verbo SER

Ontem foi o Dia da Mentira1, dia no qual, em vários países, peças são pregadas nos amigos, a fim de obter algumas risadas. Mas iniciei o texto de hoje, para discutir a concordância nas frases que indicam datas e outros casos estranhos de concordância com o verbo SER, portanto hoje tudo o que estiver contido neste texto é a mais pura verdade!

O verbo ‘ser’ têm inúmeras funções na estrutura das frase: pode ser verbo de ligação nos predicados nominais, pode ter função expletiva (de realce) em frases como “Ele é que é feliz.”, pode apresentar sujeito ou pode compor algumas orações sem sujeito (funcionando como verbo impessoal) e esse último caso é o assunto de hoje.

A regra geral de concordância verbal diz que o verbo deve concordar com o(s) núcleo(s) do sujeito, mas esse verbo, além dessa possibilidade, apresentas particularidades em que se comporta de modo diverso. Vejamos quais são elas:

a)Nas orações que indicam DATA, HORA OU DISTÂNCIA, não há sujeito (casos de oração sem sujeitou ou de sujeito inexistente) e o SER concordará como número que indica essas informações:

  • Ontem FOI 1º de abril. Hoje SÃO 2 de abril. (Sim, também acho que não fica bonito, mas sempre há a possibilidade de melhorar… que tal “Hoje é dia 2de abril” – acrescentando a palavra ‘dia’ o ser concordará com ela, não mais com o numeral.)
  • É uma hora. É meio-dia. São cinco horas.
  • Era um quarteirão de distância, não eram dois.

b) Com sujeito que indique quantidade ou medida, mais as expressões pouco, muito, menos de, mais de, o suficiente, o bastante,… o verbo fica sempre no singular, independentemente da quantidade informada ou da utilização do plural em outros termos da oração.

  • Apenas um litro de água por dia é pouco para manter o organismo hidratado.
  • Trinta quilos de carne é muito para o churrasco: vai sobrar comida.

Assim, é bom ficar atento, pois nem sempre sujeito e verbo concordam: pode não haver sujeito ou podemos estar diante de uma exceção.

Até a próxima semana.


1 – Vários países mantém a tradição das brincadeiras e ‘pegadinhas’ de 1º de abril. Confira aqui uma matéria sobrea origem da data.


Margarida Moraes é formada em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Com mais de 20 anos de experiência, corretora do nosso Curso de Redação Online (CLIQUE AQUI para saber mais) e responsável pela resolução das apostila de Linguagens e Códigos do infoEnem, a professora é colunista de gramática do nosso portal. Seus textos são publicados todos os domingos. Não perca!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Samuel da Silva Alencar

Esse verbo já ludibriou muita gente. De fato é bom ficar atento!
*Presente
eu sou tu és
ele é nós somos
vós sois eles são

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *