O Que Pode Levá-lo a Nota Zero na Redação do Enem 2016

Frequentemente reforçamos aqui no Portal infoEnem que a melhor forma de se preparar para a Redação é praticando e escrevendo dissertações com frequência. No entanto, é necessário também conhecer regras de correção, para, desde já, se adequar as exigências e critérios da banca corretora.

Recentemente publicamos um artigo mostrando quais as normas cobradas na prova textual. Na postagem de hoje vamos listar as atitudes que podem levar sua redação a nota zero, para que você já se acostume desde já a evitar tais equívocos durante o ano de preparação. Confira abaixo um por um deles.

  • Fuga total ao tema – Ocorre quando o estudante não trata do assunto e da proposta colocados pela redação do exame;
  • Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa – Se enquadram nestes casos aqueles que não seguem o tipo textual do Enem, que é a dissertação-argumentativa. Um exemplo é o caso de quem faz uma narrativa ou uma carta, por exemplo;
  • Texto com até 7 linhas – A redação que conter quantidade menor que essa de linhas será considerada “insuficiente”;
  • Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação ou parte do texto deliberadamente desconectada do tema proposto – São considerados “impropérios” e “formas propositais de anulação” casos em que o candidato escreva parte do texto desconectada com o tema, de forma a caracterizar descompromisso com o exame, como os polêmicos casos do Enem 2012, em que um candidato incluiu um trecho de um hino de um time de futebol e outro uma receita de Miojo no texto;
  • Desrespeito aos direitos humanos – Qualquer proposta de intervenção ou argumento que seja contra os direitos humanos;
  • Redação em branco, mesmo com texto em rascunho – Quando o estudante não transcreve a sua redação no caderno oficial de resposta;
  • Cópia do texto motivador – São considerados aqui quaisquer trechos dos textos da coletânea. Inclusive os corretores são orientados a não considerar linhas que contenham cópias integrais ou parciais dos textos motivadores ou mesmo das questões objetivas.

Agora que já conhece os erros que causam a anulação da dissertação do Enem, pode continuar a praticar sua escrita tomando cuidado para não reproduzir nenhuma deles.

Para reforçar o conhecimento sobre o que será cobrado pela banca corretora, conhecer todos os detalhes sobre a estrutura da redação, como saber desenvolver cada uma de suas partes e ainda ver análise completa de todos os temas cobrados no exame desde 1998, recomendamos nossa Apostila de Redação (CLIQUE AQUI E GARANTA A SUA).

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




3 Comentários

Severino lopes dos santos

Muito bom esse programa de antes e pós o exame do enem!! Parabéns para quem o inventou!

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *