Iniciação à docência para bolsistas do Prouni

De acordo com matéria divulgada no site do MEC, na semana passada, pela primeira vez, desde a criação do Programa Universidade para Todos, no ano de 2005,  aqueles estudantes de cursos de licenciaturas beneficiados pelo Prouni podem se candidatar, evidentemente em suas respectivas instituições de ensino, ao benefício do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Para 2013, estão sendo ofertadas 10 mil bolsas, de R$ 400 mensais. Vale ressaltar que essas oportunidades são específicas para estudantes que usufruem do ProUni.

Além dos estudantes bolsistas de cursos de licenciatura, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), responsável pelo Pibid, também oferece bolsa de R$ 1,4 mil por mês aos coordenadores do programa nas instituições particulares de ensino e de R$ 765,00 ao professor-supervisor da escola pública na qual o estudante de licenciatura vai desenvolver a parte prática do curso.

Segundo informações divulgadas pela Diretoria de Políticas e Programas de Graduação da Secretaria de Educação Superior (Sesu), do próprio MEC, mais de 73 mil estudantes cursam licenciatura utilizando as bolsas do ProUni. São esses estudantes os potenciais candidatos a bolsas de iniciação à docência. O artigo 36 da Portaria nº 96, de 18 de julho de 2013, que trata do regulamento do Pibid, define como candidatos a bolsas os alunos que tenham concluído pelo menos um período letivo da licenciatura e, entre outros requisitos, bom desempenho acadêmico e disponibilidade de 32 horas mensais para dedicação às atividades do programa.

As bolsas terão duração de até 24 meses e que podem ser prorrogadas pelo mesmo prazo. Já para coordenação e supervisão, a duração será de até 48 meses, também prorrogável por igual período.

As propostas de projetos de iniciação à docência devem ser inscritas entre 19 de setembro e 4 de outubro. O Edital nº 61/2013 determina a publicação do resultado da seleção de projetos no Diário Oficial da União em 6 de dezembro e o início das atividades dos projetos até 14 de março de 2014.

Referente a elaboração das propostas, a Capes orienta as instituições de educação superior a dar preferência a escolas públicas que:

  • Apresentam Ideb inferior média nacional,
  • passaram por experiências bem-sucedidas de ensino e aprendizagem,
  • aderiram a programas em tempo integral e ao ensino médio inovador.

É importante destacar que as instituições podem concorrer com um projeto e um ou mais subprojetos. Entretanto, cada subprojeto deve ser composto, no mínimo, por cinco estudantes de licenciatura, um coordenador de área e um supervisor escolar.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *