Estudando as Unidades de Medidas Astronômicas

Nesta postagem vamos estudar algumas unidades de medida não tão comuns no nosso dia a dia, mas de fundamental importância para o estudo da astronomia, que são as unidades de medida astronômicas. Vamos aprender sobre o ano-luz, a unidade astronômica e a paralaxe.

Primeiramente, vamos justificar o porquê da existência dessas unidades. Poderíamos utilizar unidades convencionais, tais como o metro ou o centímetro, para todas as finalidades, porém nem sempre nos é conveniente. Para objetos cada vez mais comuns com nanômetros de comprimento, é muito mais prático escrever e entender 1nm do que 0,000000001m! Com as unidades de medida astronômicas ocorre o mesmo princípio, não é conveniente tratar com as unidades convencionais, pois seriam muito pequenas para representar as situações deste assunto, sendo então adotadas algumas medidas que veremos a seguir.

Ano-luz

Começando pela mais comum, o ano-luz. Ao contrário do que o nome sugere, o ano-luz não é uma unidade de tempo, e sim de distância! Um ano-luz é definido como a distância que a velocidade da luz percorre no vácuo, em um intervalo de tempo de um ano. Através de uma equação da velocidade que já vimos vamos definir o tamanho de um ano-luz. Da equação da velocidade:

Mas sabemos que a velocidade da luz no vácuo é de 300000km/s, e também que um ano equivale a 31536000 segundos. Substituindo na equação acima, temos:

Como já havíamos ressaltado, o ano-luz é uma unidade muito grande, e geralmente é utilizada para registrar distância a elementos que estejam fora da nossa galáxia!

Unidade Astronômica (ua)

Para tratar de distâncias dentro do sistema solar, é utilizada a unidade astronômica (ua). A unidade astronômica é definida em relação a um valor de referência, que é a distância da Terra ao sol, equivalente a 149597870,7 km! Assim sendo, as outras distâncias podem ser postas como relativas a distância entre a Terra e o sol, como veremos na tabela a seguir:

Portal infoEnem – Unidade Astronômica
Distância dos Planetas ao Sol (ua)
Mercúrio 0,4
Vênus 0,7
Terra 1,0
Marte 1,5
Júpiter 5,2
Saturno 9,5
Urano 19
Netuno 30

Através da unidade astronômica fica mais fácil de entender relativamente a que distância um planeta está do sol, já que a referência é o nosso planeta. Mercúrio, por exemplo, que está a uma distância inferior a 50% da distância da Terra ao sol, é muito quente, enquanto Netuno, que está a uma distância 30 vezes maior que a nossa, é muito frio!

Parsec (PC) – Paralaxe

Por fim, temos a parsec (pc). A parsec decorre da paralaxe, que pode ser definida como um deslocamento aparente de um objeto qualquer registrado por dois observadores diferentes. Esse deslocamento claramente é proporcional ao ângulo formado entre o objeto e o observador. Quando tratamos de planetas, que estão a grandes distâncias, utilizaremos ângulos muito pequenos, da ordem de segundos. Um parsec irá corresponder a uma paralaxe de 1″, relativa a uma distância de Lua, como segue:

Assim, 1 parsec = 3 x 1013Km de comprimento.

Apresentando os valores das unidades astronômicas estudadas fica claro o porquê de serem utilizadas. As unidades astronômicas indicam distâncias demasiadamente elevadas e que através de medidas próprias ficam mais fáceis de serem entendidas. Quando tratarmos de planetas e estrelas as dimensões tomam contornos de proporções muito grandes, então devemos nos familiarizar com essas unidades para uma melhor compreensão do conteúdo!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *