Dez Apostas Para a Prova de Redação do ENEM de 2019

Em nossa postagem de hoje, trazemos o artigo de uma de nossas colaboradoras, a professora Geneviève Faé. Geneviève é graduada em Letras e Mestre em Letras, Cultura e Regionalidade pela UCS (Universidade de Caxias do Sul). Ela atua como professora do pré-vestibular Apoio, no município de Caxias do Sul (RS). Aproveitamos a oportunidade para agradecê-la pelo excelente artigo!

Todo ano, milhões de estudantes se preparam para o ENEM, exame cuja relevância tem crescido progressivamente. E uma das maiores preocupações reside no tema de redação: dissertaremos sobre um problema de cunho social, político e/ou econômico. Mas qual será a questão central? No ano de 2018, o exame cobrou um tema considerado difícil, de abrangência global: manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet. E em 2019? Quais são suas apostas?

Tendo em vista todos os temas cobrados desde a criação do exame, em 1998, listamos dez possibilidades de problemáticas sociais (âmbito nacional e/ou global), no intuito de propor um exercício de leitura e argumentação.

Você saberia desenvolver todos, desde a problematização (causas, consequências) até a proposta de resolução (quem pode resolver, como, o que fazer e para quê)? Vamos treinar? Elabore teses para todos eles. Nos meses que antecedem o ENEM, é válido intensificar a produção textual, então tais temas podem servir de inspiração para você escrever.

1: Estresse, ansiedade e depressão como problemas de saúde pública

2: Consequências da era da desinformação

3: Superlotação do sistema prisional brasileiro

4: Necessidade de adaptação ao mercado de trabalho diante das inovações tecnológicas

5: Aumento da obesidade entre crianças e adolescentes

6: Persistência da discriminação racial no Brasil contemporâneo

7: Desafios do combate à má alimentação do brasileiro

8: Reconstrução do professor como ferramenta de transformação social

9: Efeitos da cultura do descartável em âmbito mundial

10: Caminhos para combater o abandono afetivo inverso

Gostou das apostas? Como os tópicos são dos mais variados eixos, vale fazer fichas de leitura de cada um, ampliando a bagagem cultural, com fatos, dados, conceitos, no intuito de conquistar uma excelente base de argumentação. Atente para os eixos com mais probabilidade de cair, tendo em vista seu ineditismo no histórico do ENEM, a exemplo da saúde. Por isso, indicamos a leitura sobre transtornos mentais na era hipermoderna e precariedade da alimentação e suas implicações, dentre outras opções.

Não se restrinja a essa lista: use-a como ponto de partida para suas leituras, lembrando, ainda, que o ENEM já problematizou direitos de minorias sociais no Brasil, como os das mulheres e os das crianças. Nesse sentido, um bom exercício é pensar em direitos feridos ou ainda não plenamente assegurados, como indica o décimo tema, ao problematizar o idoso na sociedade brasileira, e o sexto, ao exigir reflexão sobre a discriminação racial. Você conhece o Estatuto do Idoso? E a Declaração Universal dos Direitos Humanos? Além, é claro, da Constituição Federal, promulgada em 1988. São documentos como estes que devem fazer parte de seu arcabouço teórico. Uma argumentação bem-fundamentada, com respaldo teórico, convence mais facilmente qualquer leitor.

Vale lembrar que o ENEM exige conhecimentos de várias áreas para contextualizar a argumentação. Desse modo, além de se atualizar sobre problemáticas de nível nacional e global, é imprescindível rever a bagagem cultural construída ao longo de todo o seu ensino médio. Por isso, a leitura diária é mais que recomendada. Lance mão de bons livros, jornais e revistas, esteja sempre de olho nas postagens do InfoEnem e boa prova!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *