Descubra se você está preparado emocionalmente para o Enem

Horas e mais horas de estudo! Será que isso basta?

Se você pensa que fazer uma boa prova do Enem tem a mesma receita que qualquer outro exame, recomendamos que leia atentamente este artigo.

A duração, a complexidade das questões e principalmente a importância da prova tornam a situação estressante para a grande maioria dos estudantes que, em geral, buscam uma vaga no ensino superior.

Entretanto, é importante destacar que aqueles candidatos que realmente atingiram seus objetivos conseguiram, de uma forma ou de outra, driblar toda a ansiedade que o exame traz. Em outras palavras, é preciso equilíbrio emocional para que o estudante consiga aproveitar ao máximo seus estudos e não “dar branco” na hora “h”.

Para isso, o primeiro passo é identificar se você está apresentando algum sintoma de estresse. Assim, poderá começar a combatê-lo o mais rápido possível, já que a proximidade do exame faz com que o problema tenha uma tendência de se agravar.

Pensando nisso, separamos 8 perguntas que te ajudarão a identificar esses sintomas. Vamos à elas:

  1. Você tem medo de decepcionar seus pais e familiares com o resultado da prova?
  2. Sente medo de fracassar?
  3. Mesmo nos momentos de lazer, não consegue esquecer os estudos?
  4. Sente algum mal estar durante as provas, como dor de cabeça ou tonturas?
  5. Sente dificuldade para dormir?
  6. Mesmo após uma noite de sono, acorda cansado e indisposto?
  7. Na maioria das horas, sente-se mal humorado?
  8. Durante as provas, você tem dificuldade em lembrar os conteúdos que já estudou?

Caso a maior parte das suas respostas tenha sido positiva, é bom pisar no freio, pois certamente o seu emocional não está nas melhores condições. Reorganize seus estudos, separando horários maiores para as atividades físicas e entretenimento.

Outro ponto importante é não esquecer que as diversas oportunidades que o Enem proporciona aos candidatos não devem gerar em você pressão por parte de amigos e familiares. Afinal, é o seu futuro que está em jogo, não o deles.

Portanto, lembre-se de encontrar o equilíbrio emocional, sempre buscando uma rotina que concilie dedicação e qualidade de vida. Dessa forma, suas chances aumentarão consideravelmente.