Conheça a Destilação Fracionada do Petróleo

O petróleo é um dos compostos orgânicos mais importantes atualmente (provavelmente o mais importante!). A partir do petróleo, se dá origem a diversos produtos, tais como plásticos, combustíveis ou o asfalto. Sendo assim, o nosso objetivo de hoje é estudar o processo de destilação fracionada na produção de petróleo. Vamos mostrar quais são os produtos resultantes da destilação, mostrando também a importância do petróleo no dia a dia.

Como falamos, após o petróleo ser extraído da natureza, este vai para as refinarias para então ser fracionado em outros diversos compostos que vamos ilustrar adiante. Estes produtos formados são logicamente hidrocarbonetos, que são separados em função de suas ligações e densidade, através do processo de destilação fracionada.

Destilação fracionada

O processo de destilação fracionada, que já estudamos em postagens anteriores (relembre essa postagem clicando aqui!) é um dos processos mais utilizados na obtenção dos subprodutos do petróleo. Como já explicamos anteriormente, de maneira geral, à medida que o petróleo chega nas refinarias, é direcionado para uma fornalha, onde é aquecido, e devido ao tamanho das moléculas dos hidrocarbonetos, são encontradas diferentes temperaturas de ebulição que dão origem aos diferentes compostos. Veja na figura a seguir uma esquematização do processo de destilação fracionada do petróleo, assim como as temperaturas de ebulição para os diferentes compostos:

Compostos formados

Já havíamos adiantado na figura acima quais são os compostos produzidos a partir da destilação do petróleo. Veja na tabela a seguir uma tabela, contendo os produtos resultantes da destilação do petróleo, assim como a temperatura de ebulição dos elementos, que deve ser atingida para a sua obtenção e também a quantidade de carbonos presentes na fórmula química de cada um dos compostos:

Produto formado Ponto de ebulição Quantidade de carbonos
Gases (propano e butano) 20 °C De 1 a 4 carbonos
Gasolina 150 °C 5 a 10 carbonos
Querosene 200 °C 10 a 16 carbonos
Diesel 300 °C 14 a 20 carbonos
Óleo combustível 370 °C 20 a 70 carbonos
Óleo lubrificante 400 °C 20 a 50 carbonos
Parafina, asfalto Acima de 400 °C Mais de 70 carbonos

Observando a tabela você pode perceber a complexidade do processo de produção do petróleo. Existem ainda diversos modelos de destiladores, cada um com algum ponto forte diferente. No entanto, isso foge do nosso escopo e ficará para uma próxima postagem.

Utilização dos compostos

Estes compostos produzidos através da destilação do petróleo são encontrados em diversas atividades diariamente, vamos ver as principais:

  • Gases: são transformados em GLP (gás liquefeito de petróleo) e são amplamente utilizados em fogões e chuveiros;
  • Gasolina: Amplamente utilizada em motores a combustão;
  • Querosene: Utilizado como combustível para aviões;
  • Diesel: Combustível de ônibus e caminhões;
  • Óleo combustível: Utilizado como combustível de navios e embarcações;
  • Óleo lubrificante: Usado para a lubrificação de motores e componentes mecânicos;
  • Asfalto: Utilizado para a pavimentação de ruas e avenidas.

Desta forma, estudamos sobre a importância da destilação fracionada do petróleo. Este processo dá origem a uma série de produtos utilizados em nosso cotidiano. Além disso, aprendemos também sobre quais são os produtos formados, além de conhecer um pouco mais sobre o processo de destilação fracionada.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *