Como Escrever Uma Redação Sem Distrações

Atualmente, vivemos em um mundo bombardeado de informações. Com o advento da internet, a maioria da população tem acesso ao o que está acontecendo ao seu redor e em lugares distantes por meio do computador, do tablet e do celular e, às vezes, desconectar-se para estudar, por exemplo, é muito difícil, já que tudo isso é muito atraente.

Obviamente que estar conectado ao mundo, deste modo, é de fundamental importância para todos nós e, especialmente, para os candidatos do Enem, já que o Exame Nacional do Ensino Médio traz em suas questões e na sua proposta de redação temas atuais e relevantes para a sociedade brasileira.

No entanto, no momento de escrever uma redação, após a pesquisa e o aprofundamento do tema, é necessário um tempo sem distrações. Em outras publicações, afirmamos que há dois momentos de se escrever um texto: o primeiro, sem pressa, pesquisando e debatendo a proposta de redação com professores e amigos e, o segundo, simulando o dia do Enem, por exemplo, controlando o tempo para se escrever o rascunho e para passar a limpo o texto na folha oficial.

Para estas simulações ocorrerem da melhor maneira possível, como se fosse realmente o segundo dia de prova do Enem no qual há a aplicação da proposta de redação, o candidato deve estar concentrado e, portanto, não pode se distrair. As distrações atrapalham muito o rendimento, tanto no estudo quanto no trabalho e para o candidato trabalhar sobre isso indicamos o uso da técnica Pomodoro.

redação_distraído

A técnica Pomodoro foi criado por um italiano no final da década de 80 a partir da observação dos timers usados nas cozinhas em forma de tomates; por isso o nome Pomodoro – tomate em italiano. Os pomodoros ou timers são programados para soarem um alarme quando o tempo selecionado para se assar um bolo, por exemplo, acabar; deste modo, quem está assando o bolo é avisado de que pode desligar o forno.

Ao levar esta técnica da cozinha para o escritório, seu criador objetivou evitar distrações de uma maneira muito simples. Os Pomodoros são períodos de 25 minutos que devem ser aproveitados para estudar ou trabalhar em uma tarefa de forma ininterrupta; entre um período e outro (entre um Pomodoro e outro) deve haver uma pausa rápida de até 5 minutos que devem ser aproveitados para beber água, ir ao banheiro, tomar um café etc. Ao completar quatro períodos ou quatro Pomodoros, a pausa deve ser mais longa, de até 30 minutos, na qual algo que dê prazer possa ser feito, ou seja, para que haja uma recompensa por todo o tempo estudado ou trabalhado.

Para começar a utilizar a técnica Pomodoro, é preciso, primeiramente, listar todas as tarefas que devem ser realizadas no dia de acordo com as suas prioridades; é importante definir quais tarefas são mais importantes e/ou demandam mais tempo. Feito isso, controle-se para não ser distraído por fatores externos, como por exemplo, notificações de redes sociais no computador e no celular, televisão e outras distrações. Um ambiente bem iluminado e silencioso é fundamental.

Então, um celular, um relógio ou um timer deve ser ajustado em 25 minutos e o estudo ou trabalho deve começar. Caso, durante um Pomodoro, uma ideia surja, esta deve ser anotada para ser desenvolvida posteriormente, em outro Pomodoro; já se a tarefa selecionada acabe antes do término dos 25 minutos, este tempo restante deve ser aproveitado para realizar tarefas mais rápidas, como por exemplo, responder a um e-mail.

Esta técnica pode ser utilizada pelos candidatos do Enem e de outros vestibulares para estudar, além da redação, todas as outras disciplinas treinando a concentração e o empenho contínuo em cada tarefa. Além disso, por meio do Pomodoro, é possível verificar quanto tempo é gasto ao se escrever uma redação, por exemplo e controlar esta fator pensando no dia do exame.

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada e mestranda em Letras/Português pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em em importantes universidades públicas. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos milhares de leitores! Seus artigos serão publicados todas às quintas-feiras, não percam!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *