Assunto de Física – Período e Frequência no Movimento Circular

Neste artigo definimos alguns conceitos importantes para o estudo do movimento circular e uniforme. Entre eles está a velocidade angular. Nesta postagem vamos apresentar mais dois meios diferentes de calculá-la, utilizando para isso a definição de dois conceitos muito importantes para o movimento circular e também para outros movimentos: O período e a frequência.

Para explicar estes dois conceitos, vamos utilizar um movimento circular em que o corpo execute um movimento de 360°, ou seja, realizará uma volta completa. Considere o exemplo da imagem abaixo para as explicações acerca de cada uma dessas variáveis.

Período no Movimento Circular

Consiste no tempo necessário para que o corpo realize uma volta completa (ou um giro). A unidade do sistema internacional para o período é o segundo (s), mas também podemos encontrar o período mensurado em minutos, horas ou anos, como no caso dos movimentos dos planetas! Em nossos exemplos, assim como na grande maioria dos materiais, o período será representado através da letra T.

Frequência no Movimento Circular

A frequência indica a quantidade de giros que o corpo executa em uma determinada unidade de tempo. Para o nosso exemplo, a frequência indicará quantos giros o corpo irá executar em uma unidade qualquer de tempo. A frequência pode ser medida em Hertz (rotações por segundo), que é a unidade utilizada pelo sistema internacional. É comum encontrarmos a frequência mensurada em rpm (rotações por minuto) como é indicado na maioria dos veículos.

Matematicamente, através da análise das unidades, podemos perceber que a frequência é equivalente ao inverso do período. Assim:

Compreendido isso, e utilizando o conceito de velocidade angular que definimos anteriormente, é possível determinar a velocidade angular de outros modos. Considerando exatamente uma volta, temos que o deslocamento angular será igual a 2π radianos, e o tempo será exatamente o período T do movimento. Assim:

Utilizando a relação entre período e frequência, podemos definir mais uma equação para determinar a velocidade angular:

Assim, podemos obter a velocidade angular de três maneiras diferentes para o movimento circular. Cabe a você determinar qual meio utilizará para obtê-la, e isso vai depender dos valores conhecidos do problema/questão. Caso seja conhecida a velocidade angular, uma grande quantidade de incógnitas poderá ser calculada!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *