As Funções da Linguagem e como elas são Cobradas no Enem

Na prova de Linguagens de 2019, uma das questões exigia do estudante conhecimentos a respeito das funções da linguagem. Não é a primeira vez que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobra essa temática, em 2018 também foi cobrada uma questão sobre esse assunto.

Esse tipo de cobrança não é por acaso, o tema é um dos conteúdos fundamentais de Língua Portuguesa, uma vez que é capaz de potencializar saberes não apenas das características de cada uma das funções da linguagem, mas principalmente de interpretação de texto, que por sua vez é muito exigida em diversas questões do Enem.  Ou seja, aprender cada uma das funções do nosso idioma pode garantir um ótimo desempenho em muitas questões da prova de Linguagens.

Um dos grandes teóricos responsável pelo estudo de comunicação e informação do século XX foi Roman Jakobson, linguista Russo. A herança de sua pesquisa foi um dimensionamento dos atos de comunicação, chamado de funções da linguagem.

Embora não exista entre os linguistas e estudiosos do discurso um consenso exato sobre o número e suas funções exatas, elas são divididas pedagogicamente em 6:

1 – Função referencial (ou denotativa):

Foco no assunto, na objetividade, sem que apareça o autor, o enunciador ou o produtor do texto.  Tem a finalidade clara de informar o leitor a respeito de determinado assunto, por isso, tem como uma das características o uso da 3ª pessoa (ele(s)/ela(s)) ou escrita impessoal.

2 – Função emotiva (ou expressiva):

Centraliza-se em expressar os juízos ou ainda os afetos do enunciador, seja ele(a) jornalista, poeta, escritor, etc. Está pautada no próprio emissor que por meio da primeira pessoa do singular (EU) e de verbos na primeira pessoa do singular evidencia seu mundo interior, sua subjetividade.

3 – Função poética (“construção do texto”):

O foco é a mensagem, a elaboração do texto em si, valorizando os elementos tanto quanto ou mais que o conteúdo. É poético por se valer das figuras de linguagem mais elaboradas (aliterações, assonâncias, metáforas) rimas, cores, ângulo da câmera, etc.

4- Função fática:

É todo ato de língua que visa única e exclusivamente iniciar uma comunicação e mantê-la ativa, em contato. Está focada no canal de comunicação, não há efetivamente nenhum conteúdo na mensagem.

5- Função conativa (apelativa):

Trata-se dos gêneros que têm a função de fazer o seu receptor (leitor, ouvinte, telespectador, seguidor, inscrito, etc) fazer (ou não fazer) algo. É comum a presença das formas TU, VOCÊ, VOCÊS, de vocativos (chamamentos) e de verbos no imperativo.

6- Função metalinguística (“linguagem explicando a própria linguagem”):

Trata-se do código explicando o próprio código.

É extremamente importante saber que os gêneros são ricos, logo, muitos possuem duas ou mesmo mais funções em sua camada textual. Dificilmente uma função ocorre isoladamente, o mais comum é a combinação entre elas em um texto. Entretanto, não se esqueça que na maioria das vezes existe uma predominância de uma função no texto.

Vamos à questão de 2019:

Questão 15 – Prova Azul:

A questão exige que o aluno saiba o conceito acerca da função referencial, que tem como objetivo informar o leitor sobre determinado assunto, nesse caso, sobre o acesso às imagens por meio da descrição do modo como acessá-las. Portanto, a resposta correta é a C.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!