Afinal, Você Sabe o que Significa Temperatura no Estudo da Física?

Em diversas situações, o corpo humano pode confundir o entendimento de inúmeros fenômenos. E um dos exemplos mais clássicos dessa confusão é a conceitualização de temperatura, que é atrapalhada (e muito!) pela nossa sensação térmica.

Imagine a seguinte situação: depois de um dia inteiro de sol, você coloca a mão numa barra de ferro e num pedaço de madeira. Provavelmente, no pedaço de madeira, não terá problema algum. Já ao tocar a barra de ferro, existe até a chance de se queimar. Ou seja, a barra de ferro estava numa temperatura superior ao pedaço de madeira, correto?

É aí que mora o problema. Não! Não está correto. Na verdade, na situação descrita acima, os dois objetos estariam na mesma temperatura, pois ficaram durante muito tempo no mesmo ambiente. Ou seja, sua sensação térmica não tem nada a ver com a temperatura e está fazendo você se confundir na tentativa de comparar as temperatura dos corpos.

Antes de explicarmos a situação acima, que tem, evidentemente, outra explicação, vamos dar uma olhada no que, de fato, é temperatura.

Suponha um balão de ar. Após esquentá-lo, perceberemos que o mesmo aumentará de tamanho (volume). Isso acontece porque as moléculas do ar estão mais “agitadas” e aumentam a a pressão interna do balão. Sendo assim, é absolutamente razoável relacionarmos a temperatura com o grau de agitação das moléculas. Por isso, podemos dizer que, a grosso modo, temperatura será um número associado ao estado de agitação das moléculas de um corpo.

No exemplo da barra de ferro e do pedaço de madeira descrito no início deste artigo, as sensações enganosas de quente e frio acontecem pois o ferro transfere energia (calor) para nosso corpo de forma muito mais eficiente que a madeira (que é um péssimo condutor térmico).

Ok! Entendi que não podemos usar nossa sensação térmica para determinar temperaturas de corpos. Mas então, como podemos medir a temperatura ?

Muito simples! Através dos termômetros, cuja construção e funcionamento falaremos em breve.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *