A Importância das Variações Linguísticas para o Enem

Todos os falantes de um idioma sabem, empiricamente, as regras de funcionamento da língua. No entanto, conforme vivemos e convivemos, também descobrimos que essas normas não são utilizadas igualmente por todos os indivíduos, e isso ocorre por diversos fatores, como a faixa etária e o grupo social a qual pertence o falante. Essas diferenças recebem o nome de variedades ou variações linguísticas.

Por ser um tema atual que desperta debates na sociedade, tal assunto é abordado em um item da matriz de referências para o caderno de Linguagens, códigos e suas tecnologias. Neste artigo iremos abordar as causas mais comuns destas variações.

Variação Histórica

Ocorre por conta da transformação do idioma através do tempo. Como sabemos, a língua portuguesa não é estática e imutável e, durante sua utilização ao longo dos anos, pode haver a modificação da grafia de palavras, do significado e contexto para a utilização de expressões e até mesmo a forma de se falar. Para exemplos deste tipo de variação, veja na imagem abaixo como as palavras “crianças”, “farmacêutico”, “remédio” e “farmácia” estão grafadas.

variacao_historica

Variação Geográfica

Corresponde às variações ocorridas por causa da cultura regional do falante, influenciando não apenas a utilização de palavras, mas também a pronúncia característica de uma região, o que chamamos de sotaque.

Imagine o equipamento de trânsito utilizado pelas autoridades públicas para controlar o tráfego de veículos nas vias públicas. Dependendo da região em que você se encontra, esse equipamento poderá receber o nome de semáforo, sinaleiro ou sinal de trânsito. O mesmo ocorre quanto ao uso do termo biscoito e/ou bolacha para a denominação de doces recheados (caso você se sinta intrigado sobre esse assunto, recomendamos a leitra desta matéria.

Fonte: http://super.abril.com.br/blogs.

Fonte: http://super.abril.com.br/blogs.

Variações Socioculturais

São aquelas que ocorrem por causa das condições sociais dos indivíduos, já que estas influem diretamente no modo de se expressar. Pode-se dizer que o pertencimento a determinado grupo faz com que tenhamos um repertório específico, que se demonstra na maneira de falar e nas palavras escolhidas. Por exemplo, podemos citar as gírias utilizadas por adolescentes e os jargões profissionais – este último ilustrado na charge abaixo e explicado neste artigo sobre jargões corporativos.

Fonte: http://www.curseduca.com.br/blog/wp-content/uploads/2014/01/jarg%C3%B5es.jpg

Fonte: http://www.curseduca.com.br/blog

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




7 Comentários

eliane

Deixo aqui meus sentimentos a prof .de redação a qual perdeu sua ávo ,saiba que você é muito importante parabnós alunos obrigado pelas dicas eliane dos santos rodriguez uruguaiana rs.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *