31/07/2014

ProUni

 

1. O que é o Prouni?

Um programa do Ministério da Educação (MEC), criado pelo governo federal em 2004, que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudos  a alunos sem diploma de nível superior, em instituições de educação superior privadas, em cursos de graduação e seqüenciais de formação específica.

 

2. Quais os tipos bolsa oferecidos pelo programa?

O Prouni oferece dois tipos de bolsas aos seus participantes, integral e parcial (50% da mensalidade). A bolsa integral se restringe aos estudantes que comprovem renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa. Já na bolsa parcial, o limite de renda familiar aceito pelo programa é de três salários mínimos por pessoa.

O participante que for contemplado com a bolsa parcial ainda tem a possibilidade de se cadastrar no Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies), para financiar a outra metade da  mensalidade do curso.

 

3. O Prouni reserva cotas para afrodescendentes, indígenas e  pessoas com deficiência?

Sim. o Prouni reserva bolsas às pessoas com deficiência e aos autodeclarados indígenas, pardos ou pretos. O percentual de bolsas destinadas aos cotistas é igual àquele de cidadãos pretos, pardos e indígenas, em cada Estado, segundo o último censo do IBGE. Vale lembrar que o candidato cotista também deve se enquadrar nos demais critérios de seleção do Prouni.

 

 4. Quais são os pré-requisitos para poder participar do programa?

Para poder participar do Prouni, o estudante deve atender a alguns pré-requisitos básicos, tanto de natureza escolar quanto socioeconômica. São eles:

  • ter realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem);
  • obter nota maior que zero na redação;
  • atingir média mínima de 450 pontos nas cinco áreas do conhecimento avaliadas pelo exame (ciências da natureza e suas tecnologias; ciências humanas e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias e redação);
  • ter cursado o ensino médio completo em escola pública, ou
  • ter cursado o ensino médio completo em escola privada com bolsa integral, ou
  • ter cursado o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição, ou
  • ser pessoa com deficiência, ou
  • ser professor da rede pública de ensino básico, em efetivo exercício do magistério, integrando o quadro permanente da instituição e concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.
5. Quando estarão abertas as inscrições para o Prouni? Quais as instituições participantes?

O Prouni ocorre em duas edições por ano, normalmente nos meses de janeiro, contemplando bolsistas ingressantes no primeiro semestre, e em junho, para os que ingressarem no segundo semestre.  O Sisprouni disponibilizará, no momento da inscrição, quais as instituições de ensino participam do programa.

 

6. Posso me inscrever no Prouni e também no Sisu?

Sim. Entretanto, não é permitido ao estudante matriculado em instituição pública de educação superior ser bolsista do Prouni. Assim, se for selecionado pelos dois sistemas, o estudante deverá optar por cursar a instituição pública ou a instituição privada na condição de bolsista do programa.

 

7. Como faço para me inscrever no Prouni?

A inscrição no programa deverá ser feita exclusivamente pela internet. O candidato deve acessar o sistema informatizado do programa (Sisprouni), que estará disponível no site oficial do Prouni no período de inscrições. Depois disso, será requisitado o CPF, o número da inscrição do Enem e a respectiva senha. Caso também tenha se cadastrado no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), você deverá usar a mesma senha.

Completado o cadastro no programa, o passo seguinte é escolher, por ordem de prioridade, até três cursos do seu interesse em uma ou mais instituições participantes, além de discriminar o tipo de bolsa que vai concorrer (integral ou parcial).

 

8. Depois de me inscrever, posso mudar de opção?

Sim. Durante o período de inscrição, que é de cinco dias, você poderá acessar o Sisprouni e alterar suas opções de curso quantas vezes julgar necessário. Será considerada válida somente a última opção selecionada.

 

9. O programa disponibiliza notas de corte durante o período de inscrição?

Sim. Uma vez por dia o Sisprouni calcula a nota de corte (menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso, com base no número de vagas disponíveis e nas notas dos candidatos inscritos naquele curso. Dessa forma, o estudante sabe se a sua nota lhe permite obter a bolsa na faculdade que deseja, e caso ocorra o contrário, poderá alterar suas opções.

 

10. Depois que termina o período de inscrição, o que eu faço?

Ao final de cada período de inscrição é realizada a pré-seleção de aprovados, a partir da nota do Enem. Os candidatos são selecionados em sua opção de maior prioridade. Porém, caso o curso de sua primeira opção não esteja mais disponível, você poderá ser selecionado para a segunda opção, e assim por diante.  A relação com os estudantes pré-selecionados será divulgada pelo Ministério da Educação, em data que será antecipada em nosso site.

 

11. Se não for selecionado, já estou fora do programa?

Não. Cada processo de seleção do Prouni ocorre em duas etapas inteiramente independentes, sendo que em cada etapa serão realizadas duas chamadas. Se não for pré-selecionado na primeira etapa você terá uma nova oportunidade de se inscrever para a segunda.  Obviamente o resultado com a relação dos candidatos pré-selecionados na primeira chamada será divulgado antes do início da segunda etapa de inscrições. Atenção com as datas, pois a segunda etapa ocorre poucos dias após a primeira.

 

12. Se eu for selecionado, já garanti minha bolsa?

Depende da instituição. É facultativo a cada uma delas submeter seus candidatos pré-selecionados a um processo seletivo específico e isento de cobrança de taxa. Entretanto, esta informação estará disponível no momento da inscrição.

 

13. Depois de pré-selecionado, o que devo fazer?

Após ser pré-selecionado, você deve comparecer à secretaria da instituição de ensino superior que foi aprovado, portando a documentação exigida para comprovar as informações mencionadas na sua ficha de  inscrição. Após todas as informações serem checadas, é só assinar o Termo de Concessão que você está inserido no programa.

 

14. Ufa! Agora acabou?

Não. A bolsa Prouni vale para toda a duração do curso, mas para garantir a manutenção do bernefício você deve ter aprovação, de no mínimo, 75% das disciplinas cursadas em cada período letivo.

 

 


Social Widgets powered by AB-WebLog.com.