Veja 7 Maneiras de Usar o Resultado do Enem no Vestibular

Que o Enem é o principal mecanismo para entrada no ensino superior atualmente, não resta dúvidas. O que muitos candidatos que prestam o exame não sabem é como as instituições – universidades, centros universitários e faculdades – podem usar as notas do exame.

Como sempre ressaltamos aqui no infoEnem, mais do que ir bem nas provas os estudantes devem compreender as regras e os processos seletivos que aproveitam o desempenho no Enem. Por isso esclarecemos neste artigo as 7 principais formas de uso do exame nacional. Confira.

1. Fase Única

Consiste nos vestibulares que substituíram sua prova institucional pela nota do exame, podendo ser usado para todas as vagas ou parte delas. Nesta opção o processo seletivo continua sendo organizado pela instituição de ensino, porém não há provas, apenas apresentação do resultado do Enem.

2. Primeira Fase

Nessa opção o boletim do Enem equivale apenas a primeira etapa, eliminatória, de uma seleção que terá outras fases. Normalmente esses estágios seguintes correspondem a uma prova com questões objetivas ou uma redação, elaboradas pela própria instituição. Esta é a forma de uso menos recorrente do exame entre os processos seletivos.

3. Composição da Nota Final

Alguns vestibulares aceitam a pontuação do exame para entrar na composição da nota final do candidato. Geralmente o aproveitamento do Enem é opcional nestes tipo de avaliação, que possuem cálculos próprios e só aceita o exame se o mesmo aumentar o desempenho do estudante.

4. Bônus “Extra”

Diferentemente da opção anterior, em vez de entrar no cálculo da pontuação final do candidato no vestibular, a nota do Enem aqui concede uma nota extra – bônus – ao aluno que prestou e utilizou as notas do exame.

5. Sistema de Seleção Unificada (Sisu)

O Sisu se assemelha a forma de entrada “fase única”, pois usa as notas do exame como critério de seleção num processo de uma única etapa. As diferenças são que é organizado pelo Ministério da Educação (MEC) e não pelas instituições, vale somente para instituições públicas de ensino superior e usa apenas a última edição do Enem.

6. Sistema Misto

Neste modelo de processo seletivo o Enem pode ser usado de formas diferentes numa mesma instituição. Há universidades, por exemplo, que usam o Sisu para parte das vagas e para o restante utiliza o vestibular próprio, que usa o Enem na composição final, como primeira fase ou outra opção dentre as anteriores.

7. Vagas Remanescentes

Algumas instituições, por sua vez, utilizam o exame nacional somente para a fase da ocupação de vagas remanescentes de seus respectivos processos seletivos.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *