Teorias Sobre a Origem da Vida – Biologia no Enem

Como surgiu a vida no planeta? Esta é uma questão abordada há muito tempo e que teve diferentes teorias aceitas ao longo dos períodos históricos. Estima-se que a formação do planeta Terra se deu há cerca de 4,5 bilhões de anos, porém, a vida surgiu muito depois disso. Esse assunto de Biologia no Enem será abordado na sequência do artigo.

Abiogênese

A primeira teoria sobre sua origem, defendida por Aristóteles e denominada abiogênese ou teoria da geração espontânea, afirmava que um microorganismo pode se formar a partir da matéria bruta, quando tiver condições favoráveis. Como podem surgir larvas em um pedaço de carne? Esse era um dos argumentos dos defensores dessa teoria.

Biogênese

Francesco Redi provou, no século XVII, que as larvas surgiam devido às moscas que eram atraídas pela carne e depositavam ovos. Depois de Redi, estudiosos como Needham e Spallanzani fizeram experimentos para ter convicção de que era possível o surgimento da vida a partir de matéria bruta. No século XIX, Pasteur, através de experimentos em balões do tipo pescoço de cisne, conseguiu provar que um ser vivo só pode originar-se a partir de outro ser vivo, o que foi chamado de biogênese. Mas e o primeiro ser vivo?

A partir do experimento de Pasteur, diversos cientistas começaram a pesquisar como foi o surgimento do primeiro ser vivo, assim como a evolução para seres mais desenvolvidos. Porém isso já é assunto para o próximo artigo.

Em seu experimento, Redi usou frascos abertos e tampados para comprovar sua teoria.

E o Criacionismo e fixismo, não é uma teoria?

Científica, não.

Por mais que muitas pessoas acreditem no Criacionismo (teoria que afirma que existe um Deus e que este foi o responsável pela criação do universo e dos seres vivos) é importante destacar neste momento que o mesmo não pode ser considerado uma teoria científica.

Uma teoria científica, obrigatoriamente, deve ser baseada em experimentos e pesquisas científicas. Precisa ser testada constantemente e comprovar sua validade. O criacionismo, obviamente, segue outra linha de pensamento e é totalmente baseado na fé, como narrado na Bíblia Sagrada, mais especificamente no livro de Gênesis.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




2 Comentários

GILBERTO D OLIVEIRA

Discordo do artigo, quando afirma que o criacionismo é “totalmente baseado na fé, como narrado na Bíblia Sagrada, mais especificamente no livro de Gênesis”. Esta afirmativa de cunho totalitária é uma demonstração da falta de imparcialidade de muitos cientistas e educadores brasileiros que têm o evolucionismo como um dogma e que, por assimetria, repetem o mesmo erro de muitos defensores do criacionismo.
O evolucionismo e o criacionismo são teorias e ambas podem ser amparadas em evidências presentes na natureza e que podem ser comprovadas cientificamente, dependendo da amostra e do objetivo da análise. Portanto, o criacionismo não se baseia unicamente na fé, como afirma o autor deste artigo.
Há vários cientistas renomados que são defensores da teoria do criacionismo, com artigos publicados em periódicos científicos respeitados. Para conhecer alguns, sugiro que o interessado faça uma busca mais acuada sobre o assunto e dispa-se previamente da presunção de que o evolucionismo é a única verdade. Afinal, tanto o evolucionismo como o criacionismo são teorias, ou seja, hipóteses fundamentadas em evidências. Assim, nenhuma é superior a outra ou antagônicas,

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *