Tecidos Condutores: Diferença Entre Xilema e Floema

Na postagem de hoje vamos falar sobre biologia! Mais especificamente sobre os tecidos condutores dos vegetais em geral, que são o xilema e o floema. Vamos explicar as características gerais destes dois tecidos, além de enfatizar a diferença entre ambos.

Assim como ocorre no reino animal, as plantas também apresentam um conjunto de células responsáveis pela realização de funções, que são os tecidos. Desta forma, o xilema e floema fazem parte do sistema vascular das plantas, ou seja, são os responsáveis pelo transporte de substâncias ao longo das plantas. Vamos começar falando sobre o xilema.

Xilema

O xilema, também encontrado como tecido lenhoso ou somente lenho, é o responsável pelo transporte da seiva bruta, das raízes até as folhas. A seiva bruta é outro importante conceito que vamos estudar, constituída basicamente por água e sais minerais. Existem, ao todo, dois tipos de vasos lenhosos, que são: os traqueídes e os elementos de vaso.

Os traqueídes são células de condução encontrada na maioria das plantas vascularizadas, como pteridófitas e gimnospermas. Essas células possuem a parede fechada, podendo apresentar regiões sem a deposição de lignina, denominadas pontuações, e são consideradas menos especializadas que os elementos de vaso.

Por sua vez, os elementos de vaso são células de condução consideradas abertas, e encontrados geralmente nas plantas angiospermas. Este tipo de célula é considerada mais especializada devido à ausência de parede celular em alguns pontos, o que facilita a passagem de água ao longo destas células.

Ainda, os vasos de xilema possuem algumas fibras formadas por esclerênquima e células de parênquima, o que faz com que esta seja um tecido completo. Além disso, as células de condução do xilema são mortas e possuem paredes secundárias, formadas por lignina. Veja a seguir a imagem de um xilema, em uma seção transversal de um vegetal:

Floema

Já o floema, que também recebe o nome de líber, é o tecido responsável pelo transporte da seiva elaborada, desde as folhas até as outras regiões do vegetal. A seiva elaborada é composta pelos compostos orgânicos produzidos pela planta durante a fotossíntese, basicamente formada por água e açúcar.

A seiva elaborada é transportada por elementos denominados elementos de tubo crivado, que são células vivas e sem núcleo, controlados por outras células, que são conhecidas como células companheiras. Observe uma representação do floema abaixo:

Devemos destacar que o xilema e floema apresentam distribuições e posicionamentos diferentes ao longo da planta, ou seja, sua distribuição nas raízes será de uma forma, enquanto no caule será outra e nas folhas diferentes novamente! O que importa é conhecermos suas principais características, e para isso, vamos fazer um breve resumo das principais características estudadas.

  • Xilema: formado por células mortas, transporta a seiva bruta (formada por água e sais minerais) da raiz até o topo da planta.
  • Floema: constituído por células vivas, que são responsáveis por transportar a seiva elaborada (produtos da fotossíntese) das folhas até as demais regiões da planta.

Assim, fechamos mais um estudo sobre estes importantes tecidos vegetais. A compreensão da diferença entre o xilema e o floema é fundamental, principalmente quanto ao sentido do transporte (ascendente para o xilema e descendente para o floema) e também para o material transportado. No entanto, o seu aprendizado é simples e pode ser compreendido rapidamente!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *