Taxa de Ausentes no Enem 2016 Sobe Após Segunda Aplicação

Concluída a segunda a aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 na noite deste domingo, 4 de dezembro, o Ministério da Educação (MEC) apurou que a taxa de abstenção média – porcentagem de candidatos faltantes – aumentou após esta nova edição.

De acordo com dados do MEC, 30% dos 8,3 milhões de candidatos não compareceram na primeira realização do exame, no início de novembro (veja a matéria). Já nesta segunda edição, 39,7% dos mais de 277 mil inscritos não foram ao primeiro dia, enquanto 41,4% não foram realizar as provas no segundo. Desta forma, a abstenção total no Enem 2016, considerando as duas edições, chegou a 30,4%.

Em entrevista coletiva concedida a imprensa neste domingo, logo após o término do exame, o ministro Mendonça Filho informou que, com base no custo médio de R$ 90 para cada prova, que o custo destes inscritos ausentes no exame é de mais de 230 milhões de reais para o governo:

Significa que o governo federal gastou praticamente R$ 236 milhões que não foram, digamos assim, aproveitados. Além do esforço técnico, profissional e de segurança que poderia, dentro do MEC, ser aplicado para outras áreas.

Abstenção Enem 2016 segunda aplicação. Fonte: Inep.

Abstenção Enem 2016 segunda aplicação. Fonte: Inep.

Vale esclarecer que, conforme as novas regras adotadas a partir do ano passado para amenizar esse prejuízo que ocorre edição após edição, os faltosos que foram isentos de pagar a taxa de inscrição de R$ 68 que não justificarem sua falta não poderão obter o benefício novamente no Enem 2017.

Além disso, o MEC estuda ainda a possibilidade de acrescentar mais uma regra visando reduzir o custo, possivelmente para o próximo ano: não conceder a isenção de taxa àqueles que prestarem mais de três vezes o exame nacional.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *