Sisu 2019: UFPE Altera Pesos e Notas Mínimas do Enem

O Sisu 2019 – Sistema de Seleção Unificada – ainda sequer teve seu calendário divulgado, mas a Universidade Federal do Pernambuco (UFPE) já se antecipou e anunciou alteração dos pesos e notas mínimas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a próxima edição do processo seletivo.

Conforme divulgado pela Pró-Reitoria de Graduação da Universidade pernambucana, apenas os cursos com oferta em Recife sofrerão alteração, portanto sem mudanças para carreiras com sede nos municípios de Vitória ou Caruaru.

Veja a relação de cursos com trocas das variáveis relacionadas ao exame nacional: biomedicina, ciências ambientais, design, bacharelado em educação física, engenharia da computação, engenharia de produção, licenciatura em física, bacharelado em história, licenciatura em história, hotelaria, pedagogia e turismo.

A relação completa com a nota mínima e peso de cada uma das provas do Enem – Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Linguagens e Códigos, Matemática e Redação – para cada curso contemplado pode ser consulta nesta tabela, no arquivo digital em formato pdf. Todas a mudanças registradas estão na cor vermelha.

Apesar da novidade, a Federal de Pernambuco ainda não informou a quantidade de vagas que serão ofertadas no ano que vem por meio do sistema unificado gerido pelo Ministério da Educação (MEC). Este dado, bem como todas as regras, deverão ser informados apenas no Termo de Adesão ao Sisu, que será liberado pela instituição em data mais próxima ao processo seletivo, previsto para janeiro do ano que vem.

Afinal, o Que São os Pesos as Notas Mínimas do Enem no Sisu?

O Sisu consiste num ambiente virtual criado pelo MEC para selecionar estudantes para as vagas disponíveis em universidades públicas e institutos federais de ciência, educação e tecnologia por meio do desempenho na última edição do Enem, no caso será válida a de 2018. Cada instituição possui autonomia para criar regras, pré-requisitos de desempenho e utilizar as notas do exame como bem entende para classificar os concorrentes.

Os dados utilizados são as notas mínimas e pesos referentes a cada uma das cinco áreas da avaliação. Normalmente o peso é maior e nota mínima (ou nota de corte) são mais elevados nas áreas relacionadas diretamente ao curso em questão. Em engenharia elétrica, por exemplo, a tendência é que a nota mínima exigida e o peso da prova de Matemática do Enem sejam mais altos do que outra área do exame, como Ciências Humanas.

Para compreender melhor o assunto, recomendamos a leitura deste esclarecedor artigo publicado aqui no Portal infoEnem.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *