Sisu 2018.2 Recebe Inscrições Até 15 de Junho, Saiba as Regras

Na manhã desta terça-feira (12), o Ministério da Educação (MEC) abriu a fase de inscrições do Sisu 2018.2 – Sistema de Seleção Unificada. A candidatura nas 57.271 vagas distribuídas em 68 instituições públicas de ensino superior participantes segue até 23h59min de 15 de junho. Confira as principais regras na sequência deste artigo.

Quem Pode Participar do Sisu

Para participar do programa há dois pré-requisitos básicos: possuir diploma ou certificado de conclusão do ensino médio e ter prestado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem 2017.

Atenção! Quem obteve nota zero na redação ou faltou a algum dos dias de aplicação do exame estará automaticamente fora do Sisu, uma vez que o sistema puxa automaticamente as informações de presença e desempenho do sistema do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais – não permitindo login nestes casos.

Como Fazer a Inscrição?

A inscrição é gratuita e deve ser realizada pela internet, por meio da página oficial do programa, no endereço eletrônico sisu.mec.gov.br. Na tela inicial do site o candidato verá na barra lateral esquerda uma seção “tire suas dúvidas” e na direita o cronograma. Para realizar a inscrição basta clicar no botão “Fazer inscrição”, em laranja. O passo seguinte é efetuar o login no sistema com o número de inscrição e senha no Enem 2017, além de informar a imagem solicitada no desafio. Tais informações estão disponíveis na página do participante no sistema do Inep, sendo preciso logar com CPF e senha (quem perdeu sua senha pode recuperá-la seguindo estas instruções).

Escolha das Opções de Curso

Uma vez acessado o sistema, o participante poderá escolher suas duas opções de curso, por ordem de preferência. É fundamental colocar na primeira opção o curso / instituição que corresponde a sua escolha preferencial, pois caso não seja aprovado, em etapas seguintes como a da Lista de Espera, poderá continuar concorrendo apenas nesta opção.

A consulta e escolha deve ser feita por meio de busca por curso, município ou instituição, conforme esclarecemos nesta matéria. Em alguns casos é possível que o candidato não consiga se inscrever, por não atender as notas mínimas do Enem exigidas para aquela referida opção (leia mais).

Além do curso, universidade, campus e turno, o usuário deve ainda optar pela modalidade de concorrência, entre disputa geral e cotas. No caso específico das cotas, é fundamental ler atentamente os documentos exigidos para matrícula em caso de aprovação, para saber se o estudante realmente se enquadra nas condições daquela modalidade.

Alteração das Opções de Curso

O sistema unificado é dinâmico. Mesmo depois de concluir sua inscrição, os candidatos podem, durante o período de inscrições, acessar a qualquer momento o sistema para checar sua classificação parcial e, caso deseje, alterar uma ou as duas opções de curso. Isso pode ser realizado ilimitadas vezes, mas somente durante a fase de inscrição. O último registro assinalado será considerado válido quando esta fase for encerrada.

Notas de Corte e Classificação Parcial

A cada dia de inscrições, normalmente durante a madrugada, o sistema irá atualizar as notas de corte e a classificação parcial dos participantes.

Como o próprio Sisu define, a nota de corte consiste no “menor pontuação para o concorrente ficar entre os potencialmente selecionados para cada curso”, sendo calculada com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

Já a classificação parcial refere-se a posição que o candidato encontra-se entre todos os inscritos numa modalidade de concorrência específica de uma opção de curso. Por exemplo, o estudante “X” encontra-se na posição 45 de 30 vagas disponíveis para a modalidade de cotas raciais no curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

É fundamental compreender que tanto a nota de corte quanto a classificação parcial devem ser usadas apenas como referência para decisão de mudar ou continuar numa mesma opção de curso, não servindo como garantia de aprovação. O sistema não faz o cálculo em tempo real e estas variáveis modificam-se de acordo com a nota e alteração de inscrições dos concorrentes.

Chamada Regular e Lista de Espera

Encerradas as inscrições, a lista de aprovados na Chamada Regular será publicada no próprio Portal do Sisu na data de 18 de junho. Os selecionados terão entre os dias 22 e 28 seguintes para juntar os documentos necessários e apresentar pessoalmente na instituição para providenciar a matrícula acadêmica.

Já os não aprovados deverão manifestar interesse em participar da lista de espera de sua primeira opção de curso, no prazo entre 22 e 27 de junho. As convocações da lista deverão ser acompanhadas diretamente junto a universidade ou instituto federal de oferta da vaga, no prazo 3 de julho e 21 de agosto.

Quer mais informações sobre as datas importantes do SiSU 2018/2? Então assista o vídeo abaixo!

Quem tiver problemas ou dúvidas sobre o Sisu poderá entrar em contato com a Central de Atendimento do MEC, pelo telefone 0800 616161 (ligação grátis).

Compartilhar

Comentários

Atualizadas Classificação Parcial e Notas de Corte do Sisu 2018/2 | infoEnem

[…] encerrado o primeiro dia de inscrições do segundo processo seletivo do Sistema de Seleção Unificada, o Ministério da Educação (MEC) […]

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *