Saiba Como São Elaboradas as Questões do Enem em 10 Passos

Certamente os candidatos já sabem que o modelo de teste do Exame Nacional do Ensino Médio traz 180 questões objetivas divididas em 4 áreas (45 itens para cada): Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza e Matemática. Também já devem conhecer que cada exercício de múltipla escolha traz cinco alternativas e apenas uma correta.

Mas afinal, como e por quem são elaboradas as questões do Enem? Veja a resposta entendendo os 10 passos para criação de uma questão do exame, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão responsável pela sua organização e aplicação.

  1. Liberação de um Edital Específico divulgado as regras e datas de uma chamada pública para seleção de colaboradores que irão elaborar os itens. Normalmente tais colaboradores são professores do corpo docente de universidades públicas, especialmente as federais;
  2. Após seleção dos colaboradores que farão os itens, os mesmos são submetidos a um curso de capacitação ministrado por equipes de especialistas nas quatro áreas objetivas avaliadas pelo exame, de forma a alinhar os critérios estabelecidos pelas matrizes de referência;
  3. Neste terceiro passo as questões são formuladas de fato, de acordo com os parâmetros definidos pelo Inep na etapa anterior;
  4. Cada item passa pelo crivo de um revisor técnico–pedagógico, o qual verifica se os critérios foram atendidos;
  5. Depois da aprovação do revisor, as questões passam por nova conferência, desta vez por especialistas (convidados) das áreas do conhecimento envolvidas. Estes têm como função chancelarem ou não as modificações feitas pelo elaborador e revisor;
  6. Numa terceira etapa de avaliação das questões, membros do próprio Inep, também especialistas, aprovam ou reprovam o item elaborado, para que possa ou não compor o Banco Nacional de Itens (BNI), que alimenta as provas do Enem;
  7. Encerrada a criação da questão, ela passa pelo chamado pré-teste, em que é aplicada juntamente com outros itens do BNI a uma amostra populacional com características semelhantes à do público–alvo do Enem. Esta fase é fundamental, pois é nela que serão definidas algumas variáveis imprescindíveis para a Teoria da Resposta ao Item (TRI), como a dificuldade, o grau de discriminação e a probabilidade de acerto ao acaso da questão;
  8. Em mais um momento de avaliação, as questões são analisadas do ponto de vista psicométrico e pedagógico. Aquelas que atendem aos critérios desejados são encaminhadas para uso nas provas de fato, enquanto as outras são desconsideradas ou direcionadas para melhorias;
  9. Os itens que passam pelo crivo anterior ficam disponíveis no banco nacional para serem utilizados no Enem;
  10. O último passo consiste na escolha dos itens do banco que irão compor uma edição do exame nacional. Nesta seleção, além dos índices psicométricos obtidos no pré-teste, também são levados em conta o conteúdo abordado, a temática e a habilidade exigida.

Fonte: enem.inep.gov.br

Compartilhar
25 Temas

Receba GRATUITAMENTE um ebook com os possíveis temas da redação do Enem 2018




Sim Não
* Um produto Descomplica




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Saiba Como São Elaboradas as Questões do Enem em 10 Passos • infoEnem | infoEnem | Pesquisas de Química

[…] Fonte: Saiba Como São Elaboradas as Questões do Enem em 10 Passos • infoEnem | infoEnem […]

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *