Saiba a Diferença entre Água Poluída e Contaminada

Os estudantes mais atentos já sabem que o Enem sempre cobra dos candidatos questões relacionadas aos mais diversos problemas ambientais. Dentre esses problemas, aqueles relacionados à água são extremamente frequentes.

Nada mais justo, não é? Afinal, trata-se da substância mais importante para a manutenção da vida no planeta.

Entretanto, antes mesmo de entender e relacionar as atividades humanas que influenciam o ciclo da água e que provocam diversos danos ambientais, cabe realizar a seguinte pergunta:

Você sabe a diferença entre água poluída e água contaminada?

Sim! Embora muitas vezes passamos despercebidos quando estamos lendo uma questão ou mesmo um texto sobre algum assunto relacionado, há uma diferença entre água poluída e contaminada que é importantíssima e pode mudar todo o contexto.

Vamos às definições de cada uma delas:

  • Aguá poluída: apresenta mudanças nas suas propriedades químicas e físicas, ou seja, alterações na cor, no gosto e/ou no cheiro. Diversas ações humanas podem causar a poluição das águas, como um derramamento de petróleo, o despejo de de esgoto não tratado, lixo, agrotóxicos, fertilizantes e diversos produtos químicos. Neste momento, é importante ressaltar que essa água não possui, obrigatoriamente, organismos patogênicos e substâncias tóxicas.
  • Água contaminada: por definição, essa água apresenta OBRIGATÓRIAMENTE agentes ou substâncias que causam diversas doenças aos seres humanos, como por exemplo hepatite, amebíase, cólera, gastroenterite e esquistossomose.

Após as definições, podemos fazer um pequeno raciocínio: toda água contaminada é considerada poluída. Entretanto, nem toda água poluída pode ser considerada água contaminada.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima-se que praticamente 80% das doenças no mundo sejam causadas pela ingestão de água imprópria para o consumo.

Assim sendo, a contaminação e a poluição das águas estão, cada dia mais, tornando-se um dos grandes problemas ambientais que necessita ser encarado com mais seriedade pela humanidade. Não só pela possibilidade de transmitirem doenças, mas também por deixarem escassa nossa reserva de água potável (próprias para consumo).

É extremamente necessária uma conscientização, tanto de governantes e lideres mundiais quanto da população em geral, para que possamos, pelo menos, começar a reverter esse preocupante quadro.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *