Revisão Geral Sobre as Teorias da Evolução Para o Enem

Após a aceitação das teorias sobre a origem da vida (veja aqui), surgiram aquelas que tratam de como os organismos evoluem. O primeiro a elaborar uma destas teorias foi Jean-Baptiste de Lamarck, depois Charles Darwin e Alfred Wallace a contestaram e atualmente a teoria aceita é a última, porém com algumas alterações considerando as descobertas da genética.

Lei do Uso e Desuso e Lei da Transmissão de Caracteres Adquiridos

A teoria de Lamarck conta com dois pontos principais, a lei do uso e desuso e a lei da transmissão dos caracteres adquiridos. A primeira delas afirma que os seres desenvolvem as partes mais utilizadas do seu organismo e as menos utilizadas atrofiam. A segunda, por sua vez, prega que estas características são passadas para seus descendentes. Deste modo, o ambiente seria o causador das mudanças em uma determinada espécie. Entretanto, foi provado cientificamente que as modificações adquiridas não podem ser transmitidas hereditariamente, o que leva à rejeição da teoria lamarckista.

Seleção Natural

A teoria de Darwin, que sucedeu observações já constatadas por Alfred Wallace e foi chamada de seleção natural, afirma que os organismos evoluem de modo que os mais fortes sobrevivem às situações proporcionadas pela natureza e, ao transferir seus genes aos seus descendentes, a espécie torna-se cada vez mais adaptada.

Apesar das diferenças entre as teorias, havia concordância em alguns pontos. Ambas reconheciam que os seres evoluem com o tempo, que existem relações entre os seres e seus descendentes e que o meio influencia na evolução.

Um exemplo clássico de diferenciação das teorias é o pescoço das girafas. Segundo Lamarck, no início, todas as girafas tinham pescoço curto e devido ao esforço para alcançar as folhas mais altas das árvores, seu tamanho foi aumentando a cada geração. Já de acordo com a teoria Darwiniana já existiam girafas com pescoços de diferentes tamanhos e, devido à escassez de folhas próximas ao chão, somente as de pescoço maior sobreviviam e transmitiam seus genes, de modo que as girafas de pescoço menor fossem extintas.

Neodarwinismo ou Teoria Sintética da Evolução

A teoria atual, chamada Neodarwinismo ou Teoria Sintética da Evolução, baseia-se na seleção natural, mas leva em consideração conceitos da genética, como mutação e recombinação gênica, muito estudados por Mendel e responsáveis pela variabilidade genética.

A evolução da vida e a genética são temas muito frequentes nas questões do Enem, portanto é importante compreender suas teorias e conceitos e relacioná-los para garantir uma boa prova. Nos próximos artigos, explanaremos detalhadamente os estudos de genética que prosseguiram tais ideias.

Até lá!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *