Renascimento: Entenda as Principais Características do Período

As questões de artes estão cada vez mais complexas e recorrentes na prova de Linguagens e Códigos no Enem, portanto vamos entender nesse artigo um pouco sobre o Renascimento, um dos assuntos muito recorrentes desta área.

Tal movimento, que perdurou do século XIII ao XVII, surgiu com a crise do feudalismo, que desencadeou um novo modo de viver, principalmente na Europa. Seu início se deu na Itália, onde se desenvolveram grandes mudanças na arte, na filosofia, na literatura, na religião e na política, que posteriormente se estenderam para Alemanha, Inglaterra, Países Baixos, Portugal e Espanha.

Um dos principais aspectos do período é o Humanismo, pensamento em que o homem começa a ser valorizado, e que gera o antropocentrismo, ou seja, o homem no centro de tudo, ao contrário do que existia anteriormente, na Idade Média, o teocentrismo, com a Igreja no centro. Essa ideologia surgiu principalmente com as conquistas das Grandes Navegações, que tornavam os homens confiantes em busca de novas descobertas e minimizava o poder da Igreja. Entretanto, sua influência ainda era grandiosa.

A Criação do homem, obra de Michelangelo.

Criação do homem, obra de Michelangelo no Renascimento.

Na literatura e teatro humanistas, surgiram os autos e as farsas, peças que faziam grandes críticas com ironia a determinados personagens da sociedade, em que o nome de maior destaque é Gil Vicente, que escreveu “O Auto da Barca do Inferno” e “A Farsa de Inês Pereira”, entre outros.

Nas outras artes, há uma grande valorização da Antiguidade Clássica, base para os estudos e criações dos artistas da época. Na pintura, a maior transformação foi o uso da perspectiva, que permitia aos artistas a criação de obras com profundidade e volume, ou seja, podendo mostrar o objeto ou espaço com as formas e proporções exatas. Se destacaramm Leonardo da Vinci, Giotto, Botticelli, Rafael, Michelangelo, Donatello, entre outros.

Na escultura, também hpuve grande valorização da proporção, expressão e ideais de beleza helenísticos, o que foi claramente visto nas obras de Michelangelo, como por exemplo em “Davi”.

Na arquitetura, a razão e a proporção geométricas foram a base de todas as construções e a perspectiva foi responsável pela composição exata. As igrejas se transformaram totalmente em relação às góticas e românicas anteriores, e uma das principais obras do período foi a cúpula de Santa Maria del Fiore, feita por Filippo Brunelleschi.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *