Redação no Enem: O Que o Tema da Proposta Nos Diz?

Em um momento de avaliação, na qual o candidato está diante de uma prova de redação, é natural que ele esteja ansioso, nervoso e com medo de não conseguir administrar bem o tempo disponível. Apesar disso, como já dissemos nesta coluna, é esperado que ele dê conta de analisar adequadamente, com certa calma, a proposta de produção de texto e o primeiro passo para isso ser realizado de maneira eficaz é a análise correta do tema da redação.

A maneira como o tema da proposta está escrito diz muito ao candidato, principalmente no que diz respeito ao objetivo da banca elaboradora. No caso do Enem, por exemplo, os temas das últimas edições têm sido escritos em forma de afirmações: “A publicidade infantil em questão no Brasil”, “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” e “Os caminhos para se combater a intolerância religiosa no Brasil” são afirmações que deveriam ter sido desenvolvidas pelos candidatos; além deste entendimento, o conhecimento do vocabulário é fundamental a fim de compreender adequadamente o tema da redação.

A publicidade infantil em questão no Brasil” refere-se à discussão em torno da publicidade voltada para o público infantil brasileiro; já “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” afirma que esse tipo de violência é persistente no nosso país apesar das inovações na lei, como a lei Maria da Penha, por exemplo e “Os caminhos para se combater a intolerância religiosa no Brasil” diz respeito às propostas de solução para a questão da intolerância religiosa no Brasil.

Diante destes exemplos, podemos concluir que os candidatos que negaram tais afirmações, argumentando, por exemplo, que a violência contra a mulher é um exagero ou que não há intolerância religiosa no país fugiram do tema, já que escreveram um texto totalmente contrário do que afirmava os respectivos temas. Além disso, os candidatos que não os contextualizaram na situação social, histórica e política brasileira, no mínimo, tangenciaram, já que em todos os temas dados a contextualização no cenário brasileiro é explícita.

Além de ser uma afirmação, o tema de uma proposta de redação pode ser escrito no formato de uma pergunta. Como exemplo, podemos citar o tema da produção de texto da Fuvest 2016: “As utopias: indispensáveis, inúteis ou nocivas?”. Neste caso, o candidato deve assumir uma posição e escolher se argumentará a favor de as utopias serem indispensáveis, inúteis ou nocivas ou, ainda, as três coisas ou duas coisas ao mesmo tempo, dependendo do nível (individual/social), de acordo com a coletânea de textos.

Ou seja, quando o tema da proposta de redação constituir uma pergunta, o candidato deve respondê-la ao longo do texto, sem ficar em cima do muro, digamos assim, até porque neutralidade não existe e uma dissertação-argumentativa pede uma postura firme em relação à tese defendida.

Por fim, o modo como o tema da redação está escrito – em forma de afirmação ou de pergunta – e o vocabulário escolhido pela banca elaborada para criar este tema diz muito sobre a prova de produção de texto para os candidatos e para os professores de Língua Portuguesa. Nos cabe ficar atentos a isso, a fim de dar o primeiro passo na compreensão da proposta como um todo.

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português e mestra em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em importantes universidades públicas. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

 
**Camila é colunista semanal sobre redação do nosso portal. Seus textos são publicados todas as quintas!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *