Redação Enem: Desempenho da 2ª competência

Voltando a falar sobre a 2ª competência avaliada na redação do ENEM (“compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo” (BRASIL-DF, 2012, p. 14)), explicaremos nesta semana os cinco níveis de desempenho avaliados pela banca corretora. Lembrando que cada competência é avaliada de 0 a 200 pontos, esta competência possui os seguintes níveis:

200 pontos: recebe esta pontuação o candidato que desenvolve muito bem o tema proposto pela prova de redação do ENEM através de uma argumentação consistente, isto é, uma argumentação que não é facilmente rebatida e, assim, é muito bem fundamentada e que mostra um excelente domínio da estrutura da dissertação-argumentativa, ou seja, que escreveu um texto bem estruturado, com uma tese explícita e defendida por meio de argumentos bem relacionados as demais áreas do conhecimento e que não são restritos às ideias contidas nos textos motivadores nem pertencentes ao senso comum, o que vale também para a proposta de intervenção social que deve estar presente, pois é um requisito básico da avaliação e funcionar como conclusão, algo que remete, também, à estruturação do tipo textual.

160 pontos: recebe esta pontuação o candidato que desenvolve bem o tema proposto pelo ENEM, não explorando seus principais aspectos, mas que o faz através de argumentos menos consistentes (mal desenvolvidos, mas não restritos ao que está nos textos motivadores e atrelados ao senso comum), porém com um bom domínio da dissertação-estrutural, o qual poderia melhorar.

120 pontos: recebe esta pontuação o candidato que desenvolve o tema de forma adequada através de uma abordagem superficial, pouco desenvolvida e aprofundada, que pouco estabelece relações que as várias áreas do conhecimento e, assim, que argumenta de maneira previsível por meio de um domínio adequado da dissertação-argumentativa sem explicitar uma tese (o que é entendido pelo corretor através do contexto) e/ou atendendo-se mais ao caráter dissertativo do que argumentativo do tipo textual.

80 pontos: recebe esta pontuação o candidato que desenvolve o tema de forma mediana ou que tangenciou o tema proposto, desenvolvendo argumentos previsíveis, a partir do senso comum ou de cópias dos textos motivadores, além de apresentar um domínio precário do tipo textual pedido.

40 pontos: esta pontuação vai para o candidato que tangenciou o tema, mostrando que não compreendeu de maneira proficiente a proposta de redação do ENEM e que, consequentemente, apresenta uma inadequação da dissertação-argumentativa ou, ainda, resquícios de outro tipo textual (narração e descrição, por exemplo).

0 ponto: recebe zero o participante que foge totalmente ao tema e/ou que escreve outro tipo textual ou gênero e não uma dissertação-argumentativa.

Vale lembrar que este conteúdo é o divulgado pelo Ministério da Educação e é nele que nos baseamos. Não conhecemos mais detalhes da grade de correção das competências do ENEM, pois eles são explicado, somente, aos professores corretores que farão o treinamento para participar da correção da redação do ENEM, já que trata-se de algo sigiloso (por razões óbvias), como as demais grades de correção dos demais vestibulares. O que sabemos é o que o MEC divulga e é nisto que nos baseamos.

Estes são, enfim, os cinco níveis de desempenho avaliados na 2ª competência da redação do ENEM. (Clique aqui para conhecer todas as competências do Enem)

Até a próxima semana!

A Redação no ENEM 2012 – Guia do Participante disponível em http://www.inep.gov.br/.

 

*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP – Atua na área de Educação exercendo funções relativas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação na 1ª fase e de Língua Portuguesa na 2ª fase do vestibular 2013 da UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas/SP. Participou de avaliações e produções de diversos materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação.

**Camila também é colunista semanal sobre redação do infoEnem. Um orgulho para nosso portal e um presente para nossos leitores! Suas publicações serão sempre às quintas-feiras, não percam!

Clique aqui para ler outros artigos da professora Camila

 

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




2 Comentários

joao batista dos santos

RECEBER APOSTILAS GRATUITO É BOM DE MAIS

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *