Redação do Enem: Tema em Forma de Pergunta

Semana passada recebemos uma mensagem da leitora Sildiana Lourenço que está com dúvidas sobre como proceder caso o tema da proposta de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) esteja em forma de pergunta. Como acreditamos que esta pode ser uma dúvida de mais leitores, dedicaremos este texto a saná-la. A mensagem da Sildiana, a qual agradecemos a participação, é a seguinte:

Se porventura nesse ano o Enem exigir um tema de redação em forma de pergunta, qual é o esquema que devo adotar? Posso fazer na introdução a problemática e responder a pergunta e os argumentos irem em cima das respostas ou devo fazer a estrutura normal com problemática, causas e consequências no desenvolvimento e proposta de intervenção?.

Quando um tema de proposta de redação está em formato de pergunta, seja no Enem ou em qualquer outro exame, vestibular ou concurso, espera-se que o candidato responda a esta pergunta no seu texto, este é o mais importante. Caso o tema, além de estar em forma de pergunta, coloque duas opções para o candidato, este deve responder a questão escolhendo uma das opções, nunca ficando “em cima do muro”.

A resposta para a pergunta do tema, juntamente ou não com a escolha, deve estar presente no texto e isso pode ser feito de diferentes formas. Esta resposta pode ser a tese, o ponto de vista que será defendido no texto e, neste caso, pode já ser apresentado na introdução da dissertação-argumentativa e depois desenvolvida em argumentos e estratégias argumentativas no desenvolvimento da redação. Por outro lado, a resposta à pergunta do tema pode estar na conclusão do texto, após a análise, avaliação e argumentação sobre o tema propriamente dito.

No caso de o tema apresentar opções de escolha, como já dissemos, o candidato deve fazer sua escolha, deixá-la explícita na redação e pode usar a opção não escolhida como instrumento para um contra-argumento, algo muito valioso em uma dissertação-argumentativa.

Obviamente, no caso do Enem, a proposta de intervenção social deve estar de acordo com o tema e, nesta circunstância, com a resposta e/ou escolha do candidato ao desenvolvê-lo.

Aliás, desenvolver uma tese e planejar e organizar uma dissertação-argumentativa não é a mais fácil das tarefas, principalmente para alunos no fim do Ensino Fundamental II e do início do Ensino Médio, mas há uma técnica que envolve perguntas e respostas que pode ajudar.

Caso o tema não seja em forma de pergunta, o primeiro passo é transformá-lo em uma. Por exemplo, se analisarmos o tema da segunda edição do Enem 2016 – Caminhos para se combater o racismo no Brasil – faremos o seguinte planejamento:

– Caminhos para se combater o racismo no Brasil

  • Transforma o tema em pergunta: Quais caminhos podemos tomar para combater o racismo no Brasil?
  • Responda a pergunta; sua resposta será seu ponto de vista a ser defendido no texto;
  • Fundamente e embase sua tese em um argumento principal; este explicará ao leitor o motivo pelo qual você formulou este ponto de vista;
  • Seu argumento principal pode ser melhor desenvolvido por meio de estratégias argumentativas;
  • Na conclusão, exponha a proposta de solução.

Caso o tema já esteja em formato de pergunta, basta respondê-la e seguir o esquema acima no momento de escrever o rascunho, pois é nele em que devemos organizar e planejar o nosso texto.

Além disso notem que, na pergunta formulada a partir do texto, não formulamos questões como “Há racismo no Brasil?” ou “O que é racismo?”, pois do modo como o tema foi escrito a banca elaboradora do Enem pressupõe que o candidato saiba o que é racismo e concorde com a afirmação de que há racismo no Brasil. Isso significa que o candidato que argumentou que não há racismo no país ou que relativizou, no mínimo, tangenciou o tema.

Até a próxima semana!


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada e mestranda em Letras/Português pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em importantes universidades públicas. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

**Camila é colunista semanal sobre redação do nosso portal. Seus textos são publicados todas as quintas!

Compartilhar

3 Comentários

Larissa

> A redação do Enem 2017 era sobre ” Educação pra surdos” se o estudante não tivesse lido a proposta de redação e tivesse feito um texto sobre ” educação para pessoas deficientes” sua redação seria anulada?

Responder

Carlos

Já caiu o tema do Racismo no Enem 2016 PPL, uma das provas mais fáceis, então racismo nunca mais vai cair

Responder

Camila Dalla Pozza

> Carlos,
Usei o tema do racismo como exemplo de planejamento e organização do texto; não o mencionei como possível tema para uma proposta de redação do próximo Enem.

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *