PNE Divulga Nova Lista de Possíveis Temas da Redação do Enem 2017

O Portal Nacional da Educação (PNE) publicou em sua rede social na última semana mais uma lista com possíveis temas da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano de 2017. Esta é a segunda publicação deste tipo e sobre a primeira dedicamos os últimos dois textos desta coluna sobre a redação no Enem (confira a primeira e a segunda partes).

Tais listas devem ser encaradas pelos participantes do exame como um norte para os estudos que já devem entrar em uma fase de revisão neste momento, já que o Enem está se aproximando, pois ocorrerá, neste ano, em dois domingos, dias 05 e 12 de novembro. Deste modo, contando do dia de hoje, falta exatamente um mês para o primeiro dia de aplicação do Enem 2017.

Os participantes devem analisar as listas do PNE com cuidado e senso crítico, pesquisando notícias, reportagens, artigos opinativos, editoriais, dentre outros gêneros que circulam nas esferas de comunicação, a fim de se interar a seu respeito, lembando que cada um dos temas sugeridos podem ser abordados na prova de redação do Enem 2017 sob diferentes aspectos e não como está posto na lista do PNE.

Outro fato sobre o qual não cansamos de bater na tecla é o de que de nada adianta ter uma noção de quais temas podem ser cobrados em uma prova de produção textual se eu não sou um candidato hábil em leitura e em escrita. Portanto, a maior preocupação dos participantes de qualquer exame, vestibular e concursos, em relação a prova de redação, não deve ser o tema exigido, mas sim as habilidades em leitura e em escrita, já que é necessário compreender de modo proficiente a proposta de redação como um todo (coletânea de textos, tema, comando e instruções) e cumprir a tarefa de produzir um texto.

Colocadas as devidas ponderações, vamos à segunda lista de possíveis temas da prova de redação do Enem 2017 divulgada pelo PNE:

1. Conflitos Internacionais

A prova de redação do Enem não tem histórico de abordar em seus temas assuntos ou acontecimentos relacionados a cenários internacionais sem estabelecer relações com o contexto social brasileiro. A imigração de haitianos e latinos em geral já foi pano de fundo de um tema de prova de produção de texto do exame, mas o recorte temático da coletânea de textos motivadores abarcava o Brasil. Portanto, nossa sugestão é estudar, pesquisar e analisar como conflitos internacionais afetam o nosso país e como nós, como nação, estamos nos posicionando. Deste modo, pesquisar número de refugiados no Brasil, suas origens, sua ocupação aqui, como o Governo Federal posiciona-se nesta questão política e humanitária etc.

2. Situações Econômicas

O Brasil está vivendo uma crise econômica que dá pequenos sinais de melhora, mas ainda assim temos mais de 10 milhões de cidadãos desempregados. Esta não é a primeira nem será a última crise econômica pela qual passamos e estudar o histórico brasileiro neste aspecto é interessante, analisando-o dos pontos de vista financeiro, econômico, social, histórico e político. Ainda somos um país no qual há uma enorme desigualdade social: muitos têm pouco e poucos têm muito.

3. Movimentos Sociais

Os movimentos sociais representativos de minorias estão tomando corpo e ganhando espaço nas mídias e na sociedade. A cada dia que passa cresce o número de coletivos feministas, negros, da comunidade LGBT, entre outros e, consequentemente, também aumenta a sua atuação no país. As provas de redação recentes do Enem abordaram três grupos minoritários: mulheres, religiões de matriz africana e os negros. Ao discutir a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira, o exame abordou a minoria feminina em direitos no Brasil; ao abordar os caminhos para se combater a intolerância religiosa no Brasil, o Enem colocou em xeque a intolerância religiosa contra religiões de matriz africana, por exemplo, o que está intimamente ligado ao racismo, tema da segunda edição do Enem 2016. Caso o Enem continue nesta temática, é possível que a comunidade LGBT ou a camada social mais pobre do país sejam temas da prova de redação.

4. Lutas por Direitos

Lutar por direitos civis está intimamente ligado com o tema acima – Movimentos Sociais – e com o tema a seguir – Temáticas Raciais e de Gênero. A luta pelos direitos garantidos pela Constituição Brasileira de 1988, para todos os brasileiros, e a luta individual por cada minoria são temas cada vez mais recorrentes na mídia. As pessoas estão se organizando em coletivos e em movimentos ou estão lutando sozinhas, sendo ativistas nas ruas, na sua comunidade e na internet pela busca de direitos humanos e direitos civis.

5. Temáticas Raciais e de Gênero

Particularmente não concordamos com o termo “raça”, já que a ciência já provou que existe apenas uma raça humana. O que existem são etnias e este termo refere-se não só à cor da pele, mas também à história e à cultura de um determinado povo, de uma determinada etnia. As temáticas das etnias negra e indígena, no Brasil, são históricas devido ao holocausto indígena e à escravidão, algo que ainda é uma dívida no país, pois ainda existem muitos problemas sociais consequentes destes fatos históricos, portanto, os negros e os indígenas são minoriais sociais brasileiras, pois há para eles negação de direitos e de igualdade social. Deste modo, as temáticas étnicas podem ser abordadas de diferentes formas numa prova de redação do Enem, como por exemplo, abordando temas como cotas raciais ou étnicas, demarcação de terras, desigualdade social etc. Já as temáticas relacionadas à questão do gênero também podem ser abordadas sob diferentes aspectos, já que a comunidade LGBT é muito diversa e grande, com várias representações. O debate sobre a questão do gênero pode ser um foco, assim como a questão do mercado de trabalho, o preconceito, a homofobia, a aceitação, políticas afirmativas etc.

6. O Impacto Humano no Meio Ambiente

PNE Divulga Mais uma Lista de Possíveis Temas da Redação do Enem 2017

Há muito tempo o Enem não aborda em sua prova de redação um tema relacionado ao meio ambiente e seria uma grata surpresa se isso ocorre neste ano de 2017. O impacto humano no meio ambiente pode se dar de diversas formas, como por exemplo, na questão do lixo (destino e reciclagem), no uso consciente de água, desmatamento, poluição em geral, acidentes ambientais (como o infeliz acontecimento em Mariana, por exemplo), a dualidade entre agronegócio e meio ambiente etc.

7. Preocupação com a Questão Hídrica e Recursos Não Renováveis

Este tema está interligado com o anterior, apenas está focando o uso de recursos não renováveis como a água. A cada dia que passa somos mais dependentes de recursos não renováveis como a água e o petróleo e se não cuidarmos desta questão agora nosso futuro será incerto.

8. Prevenção ao Suicídio e ao Bullying nas Escolas e Universidades do País

O suicídio entre os jovens cresce assustadoramente no Brasil e no mundo e muitos casos estão relacionados com o ocorrência da depressão que, por sua vez, pode ser originada pelo bullying, fenômeno presente em todas as escolas brasileiras, entre as públicas e as privadas. Universidades brasileiras estão assistindo a ondas de suicídio, estudantes de pós-graduação (mestrado e doutorado, principalmente), queixam-se muito de problemas mentais e emocionais ao longo dos cursos devido à pressão e, deste modo, vidas são desperdiçadas.

Muitos destes temas e dos temas da primeira lista estão interligados e muitos deles já foram discutidos por esta coluna e são trabalhados em nosso Curso Online de Redação. Basta você procurar os textos em nosso portal e
se matricular em nosso curso (clique aqui para se inscrever!). Nestes textos, abordamos e debatemos os temas com muito mais profundidade.

Até a próxima semana!

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada e mestranda em Letras/Português pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em importantes universidades públicas. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

 
**Camila é colunista semanal sobre redação do nosso portal. Seus textos são publicados todas as quintas!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *