Pesquisa Revela a Confiança na Correção do Enem

Uma pesquisa realizada pelo painel online CONECTAí, produto da empresa CONECTA, entre os dias 4 e 9 de junho, revela vários números e dados interessantes referentes a confiança que o novo modelo do Enem traz aos brasileiros.

Segundo levantamento feito no site Guia dos Estudantes (no total, participaram com 1.953 internautas), pouco mais da metade dos entrevistados (58%) confia no sistema de correção da prova. Os que declaram não confiar somam 23%. Já aqueles que não confiam e nem desconfiam somam 20%.

Quanto a principal dúvida daqueles estudantes que participaram da pesquisa (sobre como funciona a pontuação final), 62% afirmam que entendem mais ou menos como é calculada a nota final, 24% não entendem e apenas 14% entendem acreditam que entendem muito bem.

Quando questionados sobre a utilização do desempenho no Enem, a maioria dos entrevistados cita corretamente o uso para participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para concorrer a uma bolsa do ProUni ou para obter um certificado de conclusão do Ensino Médio. Entretanto, alguns pontos ainda geram dúvidas. Para 9%, a nota do exame não pode ser usada para o Fies (Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior) – apesar de ser obrigatória para a solicitação desse empréstimo. Outros 6% dizem que vão prestar o Enem para tentar entrar na Universidade de São Paulo (USP), mas a instituição não utiliza mais as notas do exame no seu processo seletivo.

Segue outros dados interessantes revelados na pesquisa:

  • 73% irão utilizar as notas no Enem para participar do Sisu;
  • 44% utilizarão também para concorrer a uma bolsa do ProUni;
  • 7% para obter um financiamento do Fies
  • 5% farão o exame para tentar ingressar na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e 4% para tentar entrar na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *