Pedidos de Isenção da Inscrição do Enem 2019 Estão Abertos

A partir desta segunda-feira (01/04), o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais) está recebendo as solicitações dos pedidos de isenção da taxa de inscrição do Enem 2019, que custará R$ 85,00  neste ano. O prazo para o pedido de isenção da taxa de inscrição vai até o dia 10 deste mesmo mês (ou seja, você tem até a quarta-feira da próxima semana para enviar o pedido!), e os resultados serão divulgados no dia 17 de abril.

É importantíssimo destacar que mesmo aqueles que consigam a isenção desta taxa ainda não estão matriculados nos exames do Enem 2019. Desta forma, para que a inscrição seja efetivada, o aluno deve realizar a sua matrícula, que acontecerá entre os dias 6 e 17 de maio.

Como realizar o pedido de isenção?

Os pedidos de isenção, que devem ser feitos dentro da data mencionada acima, devem ser realizados através do site do Enem (clique aqui para acessar diretamente a página do pedido de isenções!). Nesta página, devem ser informados número de CPF e data de nascimento para o acesso inicial e posteriormente preencher os dados referentes ao local onde cursou o ensino médio, além de outras informações pessoais, como o endereço do solicitante.

Quem possui direito a isenção da taxa de inscrição?

Tem o direito a isenção da taxa de inscrição do Enem 2019:

  • Candidatos que irão concluir o Ensino Médio em escola pública no ano de 2019: neste caso, a escola pública deve estar devidamente declarada ao Censo Escolar, e os alunos nesta situação poderão realizar as inscrições gratuitamente. Cabe ressaltar que o INEP utilizará os dados fornecidos pelo Censo Escolar de maneira automática;
  • Candidatos que tenham cursado todo o Ensino Médio em escola pública e tenham renda familiar mensal inferior a um salário mínimo e meio por pessoa: Neste caso o candidato deve comprovar a renda familiar mensal;
  • Candidatos que tenham cursado o Ensino Médio em escola particular com bolsa integral e tenham renda familiar mensal inferior a um salário mínimo e meio por pessoa: Do mesmo modo, estes candidatos devem comprovar a renda familiar, além da condição de bolsista integral;
  • Candidatos que estejam em situação de vulnerabilidade econômica, sendo membro de famílias de baixa renda, que sejam cadastradas no CadÚnico e que possuam Número de Identificação Social (NIS) e que tenham renda familiar mensal de até meio salário mínimo por pessoa e;
  • Candidatos que estejam em situação de vulnerabilidade econômica, sendo membro de famílias de baixa renda, que sejam cadastradas no CadÚnico e que possuam Número de Identificação Social (NIS) e que tenham renda familiar total mensal de até três salários mínimos.

Ressaltamos que a informação de dados falsos para conseguir a isenção da taxa de inscrição, além de antiético acarreta na eliminação do exame e processo criminal.

Justificativa de ausência em 2018 deve ser informada

Caso o candidato tenha conseguido a isenção da taxa de inscrição em 2018 e faltado aos dois dias de prova, deverá realizar a justificativa também na página do Enem (você pode acessar neste link) no mesmo prazo dos pedidos de isenção (1° a 10 de abril). No site, existem uma série de documentos que são aceitos para justificar a ausência (veja aqui os documentos aceitos!)

Em casos onde a justificativa não seja aceita ou não seja declarada, o candidato não terá direito a isenção na taxa de inscrição do Enem 2019.

Fique de olho no InfoEnem para mais informações sobre o Enem 2019, além de conteúdos didáticos para a realização do exame e muito mais!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Comentários

Betania

Errei meu CEP quando fiz minha taxa de isençao, e agora oq eu faço?

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *