Inep Libera Espelho da Redação do Enem 2017 e Resultado de Treineiros

Conforme prevê o Edital da edição passada do Exame Nacional do Ensino Médio, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) liberou, nesta segunda-feira (19), a consulta ao espelho da correção da redação do Enem 2017 e o resultado para treineiros.

Para ambos os casos, a verificação deve ser realizada pela internet, na página do participante do portal do Inep. Para acessar o sistema, basta efetuar o login com o número de inscrição e senha cadastrada no Enem (se você perdeu a senha saiba como gerar uma nova senha provisória nesta matéria). Quem preferir também pode visualizar o material diretamente no aplicativo oficial do exame, que pode ser baixado para aparelhos Android/iOS aqui.

Vista Pedagógica a Correção da Redação

O espelho da redação ou vista pedagógica da correção consiste num documento que traz a pontuação do candidato nas 5 competências avaliadas e esclarece o porque da atribuição da nota (0, 40, 80, 120, 160 ou 200 pontos) pelos corretores em cada uma delas, conforme a imagem de reprodução do sistema do Inep.

Imagem: Reprodução Inep – Portal G1.

Além disso, também exibe uma imagem da folha de redação transcrita pelo candidato digitalizada, sem anotações dos corretores, para que o participante possa reler e relembrar sua dissertação argumentativa na íntegra.

O tema da redação do Enem 2017 foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil“. De acordo com dados relacionados ao desempenho dos candidatos no exame, levantados pelo próprio Inep (confira), foram corrigidos 4,72 milhões de textos, sendo que somente 53 estudantes obtiveram nota máxima (1.000 pontos), enquanto 309.157 redações receberam nota zero.

Vale mencionar que, por determinação judicial do Supremo Tribunal Federal na véspera do exame, dissertações que desrespeitaram os direitos humanos não foram anuladas, apenas perderam pontos na referida competência.

Resultado Enem 2017 Para Candidatos Treineiros

Conforme definição do Inep, são considerados treineiros os candidatos que “não tinham terminado o ensino médio no ano passado e eram menores de 18 anos quando foram aplicadas as provas”. A visualização para esses participantes é a mesma dos outros milhões que tiveram suas notas divulgadas em janeiro (saiba mais), com uma pontuação para cada uma das provas objetivas – Ciências Humanas, Linguagens e Códigos, Ciências da Natureza – e a Redação.

A única diferença é que não poderia utilizar os resultados para acesso ao ensino superior via programas como o Sistema de Seleção Unificada (Sisu), o Programa Universidade Para Todos (Prouni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Para mais detalhes, veja o vídeo abaixo produzido pelo Ministério da Educação (MEC).

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *