Impactos das ações antrópicas no meio ambiente

Desde sua existência na Terra, os seres humanos buscam formas de transformar o meio onde habitam de acordo com suas necessidades de sobrevivência. No entanto, com o decorrer da história, os homens modificaram suas concepções de necessidade, as quais são determinadas por fatores históricos e sociais. Essas mudanças de necessidades somadas à ausência de noções de preservação ambiental, caracterizam-se hoje como um grande problema contemporâneo, pois toda exploração, degradação e poluição do passado se manifesta atualmente através de fenômenos naturais agravados pela ação humana. Entretanto, salienta-se que nem todas as ações antropogênicas são negativas, pois algumas visam a preservação da natureza. Saber identificá-las e diferenciá-las é de suma importância para a prova do Enem.

Fonte: http://descendoverbo.blogspot.com/2011/05/aquecimento-global-fato-ou-marketing.html

Partindo da resolução Conama (Conselho Nacional do Meio Ambiente) Nº001 de janeiro de 1986, impacto ambiental é definido como “qualquer alteração das propriedades físicas, químicas e biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante das atividades humanas que, direta ou indiretamente, afetam a saúde, a segurança e o bem-estar da população; as atividades sociais e econômicas; a biota; as condições estéticas e sanitárias do meio ambiente; e a qualidade dos recursos ambientais.”

Após analisar essa resolução, nota-se que qualquer ação antropogênica– isto é, realizada pelos seres humanos- provocará um impacto ambiental, podendo ser positivo ou negativo. Infelizmente, com o modo de desenvolvimento atual, os impactos são majoritariamente negativos, os quais estão diretamente relacionados com o crescimento das áreas urbanas, o aumento da queima de combustíveis fósseis, a obsolescência programada, o esgotamento dos recursos naturais etc. Assim, acarreta-se a degradação e poluição da natureza.

Impactos negativos agravados pela ação antrópica:

  • Ilhas de calor: fenômeno climático que eleva a temperatura das áreas urbanas.

Origem: poluição atmosférica; remoção da cobertura vegetal; construção de prédios que impedem a circulação de ar; grande quantidade de veículos; elevada capacidade de absorção de calor do asfalto (possui um albedo baixo).

Medidas de combate: preservação de áreas verdes; plantio de árvores em larga escala; diminuição da poluição do ar.

  • Efeito estufa: é um fenômeno natural ocasionado pela concentração de gases na atmosfera, os quais formam uma camada que permite a passagem dos raios solares e a absorção de calor. Ele é essencial para manter a temperatura da Terra adequada, pois sem ele o planeta seria muito frio. No entanto, em virtude das atividades humanas, mais calor está sendo retido na atmosfera, resultando em um aumento da temperatura. Assim, origina-se o aquecimento global.

Origem: é ocasionado pela queima de combustíveis fósseis; queimadas nas florestas; criação de gado; e outras formas de poluição atmosférica que impede a dissipação do calor.

Resultados do aquecimento global: derretimento de gelo nas regiões polares, gerando o aumento do nível do mar; extinção de espécies; desertificação de áreas naturais; mudanças climáticas.

Fonte: http://ligadonageografia.blogspot.com/2010/09/efeito-estufa-x-aquecimento-global.html

  • Chuva ácida: termo abrangente que inclui qualquer forma de precipitação com componentes ácidos.

Origem: é resultado da queima de combustíveis fósseis; emissão de enxofre (SO2) e os óxidos de nitrogênio (NOX) que reagem com a água, o oxigênio e outros produtos químicos para formar ácidos sulfúrico e nítrico.

Problemas gerados: contaminação de rios e lagos; morte de animais; destruição de plantações; corrosão de edifícios, monumentos, veículos etc.

Fonte: http://cienciasparaescola.blogspot.com/2011/09/chuva-acida.html

  • Inversão térmica: fenômeno natural registrado em qualquer parte do planeta, no qual ocorre a inversão das camadas atmosféricas (em escala local) de forma que o ar frio fica aprisionado em baixas altitudes e o ar quente nas camadas mais elevadas. Assim, ocorre uma desestabilização de curta duração na circulação atmosférica.

Origem: absorção de calor durante o dia, devido às grandes áreas urbanas, a impermeabilização do solo (com o asfalto), poluição atmosférica e o desmatamento.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=fo1v7q7R1rE

Impactos positivos gerados pela ação antrópica:

  • Reflorestamento;
  • Recuperação de matas ciliares;
  • Uso de fontes renováveis de energia;
  • Estabelecimento de leis de conservação do meio ambiente;
  • Uso de filtro nas indústrias.

Questão

(ENEM PPL, 2019) Particularmente nos dias de inverno, pode ocorrer um rápido resfriamento do solo ou um rápido aquecimento das camadas atmosféricas superiores. O ar quente fica por cima da camada de ar frio, passando a funcionar como um bloqueio, o que impede a formação de correntes de ar (vento). Dessa forma, o ar frio próximo ao solo não sobe porque é o mais denso, e o ar quente que lhe está por cima não desce porque é o menos denso. Nas grandes cidades, esse fenômeno tende a se agravar, uma vez que a expressiva concentração de indústrias e automóveis intensifica o lançamento de poluentes e material particulado na atmosfera, o que torna o ar mais impuro e, por conseguinte, contribui para o aumento de casos de irritação nos olhos e doenças respiratórias.

AYOADE, J. O. Introdução à climatologia para os trópicos. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996 (adaptado).

Agravado pela ação antrópica, o fenômeno atmosférico descrito no texto é o(a)

a) Efeito estufa.

b) Ilha de calor.

c) Inversão térmica.

d) Ciclone tropical.

e) Chuva orográfica.

Alternativa correta é a letra C.

Acesse o portal InfoEnem e tenha acesso aos melhores conteúdos e informações sobre o Enem 2020!