História Geral – Primeira Guerra Mundial

A Europa passava pelo período de dominações ao qual denominamos Imperialismo. As disputas se tornavam cada vez mais acirradas conforme as regiões iam sendo dominadas, gerando tensões que implicariam em uma guerra.

O Marrocos era alvo de disputas entre França e Alemanha. Em uma conferência, a região foi concedida à França, enquanto a Alemanha ficaria com uma pequena faixa de terras. A França, receosa devido ao descontentamento alemão, fez uma aliança com a Inglaterra. A região dos Balcãs, principalmente a Bósnia-Herzegovina, era alvo de disputas entre Áustria e Sérvia. Além disso, havia o revanchismo francês, ou seja, a França queria recuperar a região da Alsácea-Lorena.

Surgiam ainda forças nacionalistas que pretendiam unir todas as comunidades de mesma cultura em um único Estado, como os pan-eslavistas, que queriam unir, sob o comando da Rússia, todos os países eslavos e os pangermanistas, que sob o comando da Alemanha, uniriam os germânicos.

Com todos esses desentendimentos político-econômicos, ocorreu a paz armada, período em que foram assinadas alianças e houve um impulso na produção de armamentos. De um lado, França, Inglaterra e Rússia, formaram a Tríplice Entente e de outro, Alemanha, Áustria e Itália, formaram a Tríplice Aliança.

Soldados franceses em formação. 1915. (Topical Press Agency/Getty Images)

Soldados franceses em formação. 1915. (Topical Press Agency/Getty Images)

Em 28 de Junho de 1914, o arquiduque Francisco Ferdinando, herdeiro do trono austríaco, foi assassinado em Sarajevo, na Bósnia, por um estudante de uma organização ligada à Sérvia, fato que foi considerado o estopim para o início da guerra. A Áustria então, declarou guerra à Sérvia.

No dia seguinte, a Rússia se manifestou em apoio à Sérvia, declarando guerra à Áustria e à Alemanha. Em 1º de agosto daquele mesmo ano, a Alemanha declarou guerra à Rússia e depois à França. No dia 4, a Bélgica, que se declarava neutra, foi invadida pela Áustria e Alemanha e no dia 5, a Inglaterra declarou guerra à Alemanha.

A guerra, que durou de 1914 a 1918, pode ser dividida em 3 fases. Na primeira, chamada guerra de movimento, a Alemanha realizou violentos ataques contra a França. A segunda e mais longa, a guerra de trincheiras, foi o período mais estratégico e agressivo, em que eram cavados buracos no chão, onde os soldados ficavam protegidos e mesmo assim podiam enfrentar as tropas inimigas. A terceira se destaca pelos novos armamentos utilizados, além da presença do exército norte-americano.

Em 1915, Japão e Itália entraram na guerra, porém o primeiro saiu após dominar territórios alemães na China. Em março de 1917, a Alemanha afunda dois navios dos Estados Unidos e este declara guerra à Alemanha. No mesmo ano, Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos, cria os “14 Pontos de Wilson”, algumas propostas para estabelecer a paz entre os europeus.

Em 1918, sob grande pressão interna no país, a Rússia assina o tratado de Brest-Litovsk e se retira da guerra. Com os Estados Unidos na guerra, a Tríplice Entente se beneficiou com capital, armas e soldados e a Aliança não tinha mais recursos para vencer. Então em 11 de novembro de 1918, a Alemanha assinou o armistício.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *