História Geral – Conflitos na Grécia Antiga

Após compreender as características gerais sobre a civilização grega, vamos entender como se deu sua expansão e decadência.

Guerras Médicas (492 a.C. a 479 a.C.)

Gregos x Persas

Devido à expansão grega para o Mar Egeu e Ásia Menor, começaram os conflitos entre gregos e persas, já que ambos queriam dominar o território, a matéria-prima e o mercado consumidor. Tal nome se deu em razão de os persas também serem chamados de Medas.

A primeira batalha se inicia quando Dario, rei persa, começa a cobrar impostos das colônias e a Jônia, uma delas, não aceita, recebendo apoio dos gregos.

A Guerra pode ser dividido em dois períodos. O primeiro caracteriza-se pela Batalha de Maratona, em que os gregos derrotaram os persas. Um soldado ateniense correu de Maratona até Atenas, distantes cerca de 42 km, para dar a notícia, e desse episódio se deu o nome da corrida.

Durante o segundo período houve três batalhas. A primeira foi a Batalha de Termópilas, nome dado a um desfiladeiro. Esta é comandada por Xerxes, filho de Dario. Os gregos, estratégicos, venceram novamente, entretanto, a maioria dos 300 espartanos que participaram morreu.

Em seguida, ocorrue a Batalha de Salamina, nome dado a um estreito. Esta aconteceu no mar, com maior participação ateniense, que utilizou barcos com proa de bronze e que mais uma vez terminou com vitória grega.

A última foi a Batalha de Plateia, uma cidade-Estado grega. Neste quarto confronto os persas sofreram a sua quarta derrota. Com essa vitória, a Grécia pôs um fim na Guerra.

Guerra do Peloponeso (492 a.C. a 479 a.C.)

Atenas x Esparta

Na sequência dos fatos, Atenas criou a Liga de Delos, a fim de comandar as cidades-Estado, oferecendo proteção em troca de impostos e soldados. Esparta, também em busca da liderança entre as pólis, criou a Liga do Peloponeso, com as mesmas condições.

Estava pronto o cenário para um confronto interno entre as duas principais cidades-Estado gregas, dando início a Guerra do Peloponeso. Nela, Esparta saiu vitoriosa, porém toda a Grécia ficou vulnerável, ocasionando uma oportunidade para a invasão macedônica.

Alexandre, o Grande, cessou as guerras e deu continuidade à expansão macedônica para várias regiões. Desse modo, a cultura grega se espalhou pelas terras conquistadas, resultando na chamada cultura helenística.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




3 Comentários

Cusao

Cu

Responder

suy

eu amei

Responder

yasmim s

Alexandre, o Grande, cessou as guerras e deu continuidade à expansão macedônica para várias regiões. Desse modo, a cultura grega se espalhou pelas terras conquistadas, resultando na chamada cultura helenística

Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *