Grade de Correção da Redação do Enem

No artigo desta semana reproduzimos a grade de correção da redação do Enem, algo que todos os candidatos deveriam conhecer, uma vez que fundamenta a atribuição de notas dos corretores para a prova textual com base nas cinco competências avaliadas. Boa leitura e até a próxima postagem!

Competência Nº1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa

Demonstrar domínio dos requisitos da ordem textual – coesão, coerência, sequenciação, informatividade – e escrever um texto sem marcas de oralidade e de registro informal, ter precisão vocabular e demonstrar obediência às regras de concordância verbal e nominal, regência verbal e nominal, pontuação, flexão de nomes e verbos, colocação de pronomes oblíquos (átonos e tônicos), grafia das palavras (acentuação e emprego de letras maiúsculas e minúsculas) e divisão silábica na mudança de linhas.

  • 200 pontos: demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos apenas em casos excepcionais e quando não são reincidentes.
  • 160 pontos: demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções de escrita que não prejudicam a modalidade e a coesão do texto.
  • 120 pontos: demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções de escrita que pouco prejudicam a modalidade e a coesão do texto.
  • 80 pontos: demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, com muitos desvios gramaticais e de convenções de escrita que prejudicam a modalidade e a coesão do texto.
  • 40 pontos: demonstra domínio precário da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha de registro, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios gramaticais e de convenções de escrita que prejudicam a modalidade e a coesão do texto.
  • 0 ponto: demonstra desconhecimento da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa.

Competência Nº2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa

  • 200 pontos: desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo, e apresenta excelente domínio da dissertação-argumentativa.
  • 160 pontos: desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio da dissertação-argumentativa, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 120 pontos: desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano da dissertação-argumentativa, com proposição, argumentação e conclusão.
  • 80 pontos: desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente da dissertação-argumentativa, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão.
  • 40 pontos: há tangenciamento do tema ou demonstra domínio precário da dissertação-argumentativa, com traços constantes de outros tipos textuais.
  • 0 ponto: há fuga total do tema ou não atendimento do tipo textual.

Competência Nº3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista

Coerência: relação de sentido entre as partes do texto, precisão vocabular, coerência interna e externa, progressão temática.

  • 200 pontos: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos relacionados ao tema proposto de forma consistente e organizada, configurando autoria e autonomia em defesa de um ponto de vista.
  • 160 pontos: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos relacionados ao tema proposto de forma pouco consistente e organizada, com indícios de autoria e autonomia em defesa de um ponto de vista.
  • 120 pontos: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos relacionados ao tema proposto limitado aos textos motivadores e pouco organizados em defesa de um ponto de vista.
  • 80 pontos: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos relacionados ao tema proposto limitado aos textos motivadores, mas desorganizados em defesa de um ponto de vista.
  • 40 pontos: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos pouco relacionados ao tema proposto ou incoerentes e sem defender um ponto de vista.
  • 0 ponto: apresenta informações, fatos, opiniões e argumentos não relacionados ao tema proposto e sem defender um ponto de vista

Competência Nº4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Coesão: paragrafação, estruturação dos períodos, referenciação.

  • 200 pontos: apresenta um texto bem articulado e um repertório diversificado dos recursos coesivos.
  • 160 pontos: apresenta um texto articulado, com poucas inadequações de pontuação e um repertório diversificado dos recursos coesivos.
  • 120 pontos: apresenta um texto razoavelmente articulado, com algumas inadequações de pontuação e um repertório pouco diversificado dos recursos coesivos.
  • 80 pontos: apresenta um texto com articulação insuficiente, com muitas inadequações de pontuação e repertório limitado dos recursos coesivos.
  • 40 pontos: apresenta um texto com articulação precária.
  • 0 ponto: apresenta um texto não articulado.

Competência Nº5: Elaborar proposta de intervenção social para o problema abordado, respeitando os direitos humanos

  • 200 pontos: elabora muito bem a proposta de intervenção social, de modo detalhado, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto e que respeita os direitos humanos.
  • 160 pontos: elabora bem a proposta de intervenção social e esta é relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto e que respeita os direitos humanos.
  • 120 pontos: elabora uma proposta de intervenção social mediana e esta é relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto e que respeita os direitos humanos.
  • 80 pontos: elabora uma proposta de intervenção social insuficiente e esta é relacionada ao tema, mas não articulada à discussão desenvolvida no texto e que respeita os direitos humanos.
  • 40 pontos: elabora uma proposta de intervenção social precária, vaga, mas respeita os direitos humanos.
  • 0 ponto: não apresenta uma proposta de intervenção social ou que não respeita os direitos humanos.

 


*CAMILA DALLA POZZA PEREIRA é graduada em Letras/Português e mestra em Linguística Aplicada pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Atualmente trabalha na área da Educação exercendo funções relacionadas ao ensino de Língua Portuguesa, Literatura e Redação. Foi corretora de redação em importantes universidades públicas e do Curso Online do infoEnem. Além disso, também participou de avaliações e produções de vários materiais didáticos, inclusive prestando serviço ao Ministério da Educação (MEC).

 
**Camila é colunista semanal sobre redação do nosso portal. Seus textos são publicados todas as quintas!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *