Física para o Enem: Afinal, o Que É a Luz?

Caso você não saiba o que seja a luz, fique tranquilo. Essa dúvida atormenta muitos estudantes e já foi motivo de inúmeras discussões entre grandes cientistas, desde a antiguidade até hoje. E não é a toa, pois a luz, embora seja imprescindível a vida, tem algumas peculiaridades que demoraram séculos para serem compreendidos.

Mas vamos com calma. Primeiro, a resposta: A luz é uma onda eletromagnética. Sendo um pouco mais técnico, podemos dizer que é um fenômeno ondulatório onde um campo magnético e um elétrico se alimentam e que se propaga no vácuo e em diversos meios (como aguá e ar). No vácuo, a velocidade de propagação é de quase 300 mil quilômetros por segundo!

Abaixo segue uma esquematização de uma onda eletromagnética. Note que essa onda é considerada transversal, pois tanto a campo magnético quanto o elétrico têm oscilações perpendiculares à propagação.

onda_transversal

Entretanto, além do caráter ondulatório, temos aí um ingrediente a mais: a luz também apresenta partículas de massa zero, conhecidas atualmente como fótons. Tal característica foi defendida arduamente por ninguém mais que Isaac Newton no início do século XVIII e, posteriormente, comprovada (através do efeito fotoelétrico) por um cientista não menos importante, Albert Einstein.

Essa dualidade da luz, que apresenta ao mesmo tempo de características ondulatórias e corpusculares (de partícula), além da dificuldade de medição de diversos fenômenos, fez com que cientistas de todo o mundo a estudassem literalmente “esquecendo” algumas de suas propriedades. Por exemplo:

  • Óptica Geométrica: É o estudo da luz desprezando seu caráter ondulatório e corpuscular. Nessa área, são considerados apenas os fenômenos ópticos resultantes da propagação retilínea da luz, amplamente aplicada para a construção de lentes e espelhos.
  • Eletromagnetismos: Aqui, é estudado todo o caráter ondulatório da luz, deixando de lado sua face corpuscular.

Pensa que acabou? A luz também é fundamental em diversos ramos da física moderna, como na teoria da relatividade, de Einstein, e na mecânica quântica, que estuda as interações subatômicas.

E caso ache que não seja importante estudar e conhecer essas diversas caraterísticas da Luz, clique aqui e veja um exemplo de questão do Enem que cobrava justamente o entendimento do seu caráter ondulatório.

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *