Física no Enem – Entenda o Lançamento Oblíquo

Vimos anteriormente as variações do movimento retilíneo uniforme e também do movimento uniformemente variado. Neste artigo utilizaremos novamente estas equações para apresentar o lançamento oblíquo, explicando sobre suas definições e também particularidades.

O lançamento oblíquo ou lançamento de projétil é aquele em que o objeto é arremessado do chão e forma um determinado ângulo com a horizontal. Podemos citar como exemplo uma bola de golfe lançada ou também o movimento descrito pelas balas de canhões. Neste movimento teremos tanto a componente vertical como a horizontal do movimento.

Como falamos anteriormente, o objeto lançado formará um ângulo com o eixo horizontal. Deste modo, conhecendo a velocidade inicial do lançamento, podemos determinar a velocidade em cada eixo de coordenadas utilizando para isso o seno e cosseno do ângulo:

Para o eixo vertical, é percebido que o objeto realiza um movimento uniformemente variado, uma vez que está sujeito a ação da gravidade. Então utilizaremos as equações do MRUV para este movimento. Para o lançamento de projéteis, é interessante determinar qual a altura máxima alcançada pelo objeto, utilizando para isso a equação de Torricelli:

Sendo a velocidade na altura máxima nula, e chamando a diferença de altura de H, temos para o eixo vertical:

De acordo com a definição da aceleração para o MRUV, com a velocidade final nula, temos que o tempo de subida do projétil é:

E considerando que o tempo de subida é igual ao tempo de descida do projétil, temos que o tempo total em que o objeto fica no ar é de:

Já no eixo horizontal o movimento descrito é regido pelas equações do movimento retilíneo e uniforme. Portanto, utilizando a equação horária do MRU:

Convencionando que a diferença S – S0 na horizontal represente o alcance horizontal do objeto, sendo representado pela letra A, e substituindo o tempo isolado anteriormente, temos:

Por fim, utilizando uma das identidades trigonométricas chegamos a:

Com isso, apresentamos todas as principais particularidades do lançamento oblíquo. Além dessas equações, as equações para o MRU e MRUV também podem ser utilizadas, de acordo com a necessidade do problema. Mostramos então as principais utilizações do movimento retilíneo, descrevendo cada um e apresentando as suas condições específicas. Aproveite!

Compartilhar
Manual do Sisu e Prouni

Receba GRATUITAMENTE o Manual para Sisu e ProUni




Sim Não




Outros artigos que você vai gostar:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *