Fique Ligado: MEC Alerta Para Inconsistência em Algumas Notas do Enem 2019

Nessa sexta-feira, 17 de janeiro, o Ministério da Educação (MEC), por meio do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) divulgou o Resultado Individual do Enem 2019. Já no final desse dia, entre euforia, frustrações, análise e memes, circularam pelas redes sociais reclamações que as notas de alguns candidatos apresentavam incoerência em relação ao número de acertos. Pessoas que acertaram mais de 35 questões na área de Linguagens, por exemplo, tiraram nota próxima a zero.

Rapidamente o Inep respondeu alguns veículos de comunicação indicando que esse fato ocorre devido à Teoria da Resposta ao Item (TRI). No entanto, as reclamações persistiram e o MEC resolveu se movimentar para compreender e sanar o possível problema.

Na manhã de sábado, 18, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e o presidente do Inep, Alexandre Lopes, divulgaram um vídeo pelas redes sociais e assinalaram “inconsistências na contabilização e correção da segunda prova do Enem do ano passado”.

No vídeo as autoridades afirmaram que assim que o Inep identificou o problema, servidores se mobilizaram e viraram a noite para tentar solucionar a questão. Weintraub e Lopes procuram tranquilizar os quase 4 milhões de brasileiros que fizeram o Enem 2019 e disseram que até segunda-feira, 20, tudo estará resolvido e que o início das inscrições para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada) será mantido para o dia 21 de janeiro.

O PROBLEMA: Inicialmente o Inep anunciou que identificou possíveis trocas de provas aplicadas no segundo dia (Ciências da Natureza e Matemática) no município de Viçosa, MG. Porém, Lopes não descartou a possibilidade do mesmo problema aparecer em outras localidades. “Alguns arquivos vieram com erro na associação entre o aluno e a cor da prova. Aluno fez prova cinza e veio informação de que fez a prova amarela. Ao rodar a correção, saiu resultado diferente”, afirmou.

Não se sabe, até o momento, quantas pessoas tiveram a nota alterada. Lopes mencionou que o montante será entre 9 mil e 39 mil vestibulandos (equivalente a 1% do total).

Para aqueles vestibulandos que identificarem incoerência na sua nota, o Inep solicita que enviem e-mail para: [email protected]

Diante das informações divulgadas, você que se dedicou intensamente aos estudos no ano passado para ir bem no Enem, resta se acalmar (caso tenha terminado todas as provas dos vestibulares, se divertir) e esperar até segunda-feira.

 

Sistema de Seleção Unificada – Sisu 2020

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é atualmente a maior porta de entrada para as universidades públicas no Brasil. Através da plataforma do Sisu o aluno pode se candidatar em duas opções de curso, de acordo com a sua preferência e cumprindo dois requisitos básicos, que são: ter realizado as provas do Enem em 2019 e não ter obtido nota igual a zero em nenhuma das áreas de conhecimento. As datas referentes ao Sisu 2020 estão registradas a seguir:

  • Inscrições: de 21 a 24 de janeiro;
  • Início da chamada regular: 28 de janeiro;
  • Manifestação de interesse na lista de espera: de 29 de janeiro a 04 de fevereiro; e
  • Convocação dos candidatos da lista de espera: de 07 de fevereiro a 30 de abril (conforme preenchimento das vagas).

 

Para acessar todas as informações sobre provas e programas relacionados ao Enem, fique ligado no InfoEnem. Além disso, acompanhe semanalmente diversos conteúdos importantes e focados diretamente no exame!